Tecladista do A-ha, Magne Furuholmen faz versão distópica de ‘Take on Me’ no clipe bizarro de ‘This is Now America’ [EXCLUSIVO]

O músico criou o vídeo perturbador em parceria com a dupla de teatro e performance experimental alemã Vinge/Müller

Redação Publicado em 21/02/2020, às 13h00

None
Clipe de "This Is Now America", do Magne Furuholmen (Foto:Reprodução)

Magne Furuholmen, integrante do A-ha e responsável por compor a linha de sintetizador icônica do clássico eterno "Take On Me", lançou nesta sexta, 21, o single "This Is Now America", acompanhado por um clipe carregado de críticas à atual situação dos Estados Unidos.

Para a criação e execução do vídeo, o músico se juntou à dupla de teatro e performance experimental alemã Vinge/Müller, e o resultado chega no formato de um retrato e um comentário obscuro e perturbador sobre a sociedade norte-americana e o rumo em que o país comandado por Donald Trump se encontra, além de se apresentar como uma versão e distópico do clipe de "Take On Me".

+++LEIA MAIS: Além de ‘Take on Me’ do A-ha, quais outros 4 clipes do século passado alcançaram 1 bilhão de views no YouTube?

E tudo isso é expressado a partir de desenhos feitos por um adolescente isolado do mundo exterior e em busca da autodetruição.

Sobre o clipe, Furuholmen disse que "quando eu era um garoto de 15 anos, sentia que o mundo era cheio de infinitas possibilidades e um ótimo lugar para se seguir um sonho. Crianças de hoje em dia crescem em um mundo muito diferente e muito mais perturbado. Para mim, o vídeo de 'This Is Now America' é sobre a perda da inocência e alienação."

Assista ao clipe de "This Is Now America".


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA