Michel Temer decreta luto de três dias pelo acidente com time da Chapecoense

Avião que levava equipe catarinense caiu próximo ao aeroporto de Medellín na madrugada desta terça, 29

Redação Publicado em 29/11/2016, às 11h16 - Atualizado às 13h11

O presidente Michel Temer decretou luto de três dias por conta do acidente com o avião que levava o time da Chapecoense para Medelín, na Colômbia
Reprodução

O presidente Michel Temer decretou luto de três dias por conta do acidente com o avião que levava o time da Chapecoense para Medellín, na Colômbia. Temer também ordenou que FAB disponibilize aviões para translado das vítimas. A assessoria do Palácio do Planalto afirmou que o luto é “simbólico” e não afeta as atividades do governo federal.

Leia a nota oficial divulgada por Temer.

“Nota Oficial

Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados. O governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional.

Michel Temer”

A delegação da Chapecoense embarcou para a Colômbia na última segunda, 28. O time iria disputar a primeira partida da final da Copa Sul-Americana na quarta, 30, contra o Atlético Nacional. A equipe pegou um voo comercial de São Paulo até Santa Cruz de la Sierra, cidade da Bolívia. De lá, embarcou em outro voo para Medellín.

Segundo um comunicado do Aeroporto José María Córdoba, de Medellín, a tripulação comunicou uma emergência por "falhas elétricas" por volta das 22h15 locais (1h15 de Brasília). O avião caiu quando já estava próximo do aeroporto de Medellín.

81 pessoas estavam a bordo, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes. De acordo com as autoridades colombianas, há 75 mortos. Entre os sobreviventes confirmados estão o goleiro Follmann, zagueiro Neto, o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, assim como uma comissária, identificada como Jimena Soarez. O goleiro Danilo, antes dado como morto, depois foi retirado da lista de vítimas pela Cruz Vermelha colombiana, segundo o UOL.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou o adiamento da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Atlético Mineiro, que estava prevista para a próxima quarta, 30, em Porto Alegre. A entidade mais importante do futebol brasileiro também adiou a última rodada do campeonato brasileiro, que aconteceria no próximo fim de semana.

A Globo e a Fox Sports lamentaram a morte de funcionários que estavam no voo da Chapecoense. A Fox Sports confirmou nesta terça, 29, que seis de seus profissionais, entre eles o narrador Deva Pascovicci, os comentaristas Mário Sérgio e Paulo Júlio Clement, o repórter Victorino Chermont, o cinegrafista Rodrigo Santana e o coordenador de externa Lilácio Júnior, viajavam na aeronave que caiu na Colômbia.

A Globo divulgou uma nota oficial sobre a morte dos seus dois funcionários no acidente. Leia abaixo.

"Os nossos repórteres Guilherme Marques e Guilherme Laars e o repórter cinematográfico Ari de Araújo Jr. estavam no voo com o time da Chapecoense. Eles preparavam uma matéria especial para o Esporte Espetacular. Neste momento de dor e expectativa, aguardamos notícias oficiais das autoridades colombianas e prestamos toda a solidariedade às famílias de nossos colaboradores e amigos.”