“Tenho certeza que teremos mais álbuns no futuro”, diz Steve Harris sobre o Iron Maiden

O último disco de estúdio do grupo, intitulado The Book of Souls, foi lançado em 2015

Redação Publicado em 30/11/2019, às 18h00

None
O baixista Steve Harris, do Iron Maiden (Foto:Balazs Mohai/AP Images)

Em entrevista para o programa The Eddie Trunk Podcast, Steve Harris comentou sobre o processo de composição, o primeiro disco solo e a trajetória do Iron Maiden.

O baixista revelou como “a força vital de qualquer banda são as músicas” e que algumas pessoas têm um “talento especial” para compor. 

+++ LEIA MAIS: O que Steve Harris pensa sobre aposentadoria do Iron Maiden?

Quando questionado se é possível aprender a escrever canções, o músico disse: “Eu realmente não tenho uma resposta para isso. Eu acho que é algo que você precisa experimentar e foi o que eu fiz. Eu tentei, eu realmente não pensei muito se vai ser bom ou não. Eu apenas pensei que precisava escrever algumas músicas, e simplesmente funciona, mas eu realmente não sei como ou por quê”.

Harris também relembrou a primeira música que compôs: “Endless Pit”. Apesar de achar o nome horrível, o baixista contou que o riff dela foi usado em "Innocent Exile", faixa do disco Killer, do Iron Maiden.

+++ LEIA MAIS: Acidentalmente, guitarrista do Iron Maiden arremessa guitarra na plateia; assista

No terceiro álbum da banda, The Number of the Beast, Harris foi o responsável por escrever a música título - muito elogiada pelos crítico e pelo público. No entanto, ele não a vê como uma das “músicas mais fortes” que já fez.

Ao falar sobre o projeto solo e o trabalho com o grupo de rock, o músico enfatiza como "os caras do British Lion são todos bons escritores; e o Maiden também, são escritores muito fortes".

+++ LEIA MAIS: Procura por Iron Maiden no Spotify cresce 119% depois do Rock in Rio 2019

Quando questionado sobre os próximos passos do Iron Maiden, Harris comenta sobre possíveis discos. “Nós conversamos sobre isso recentemente e Bruce [Dickinson] estava me dizendo: 'Quantos álbuns você quer fazer?', E eu disse: 'Bem, depende de todos nós.' Mas acho que todo mundo está interessado em fazer mais coisas, então tenho certeza de que teremos mais álbuns no futuro”. 

O último álbum de estúdio do grupo, intitulado The Book of Souls, foi lançado em 2015.