Teoria bizarra diz que Michael Jackson é filho de Diana Ross e Smokey Robinson; conheça

Revelação da verdade sobre os pais biológicos teria inspirado "Billie Jean", segundo boato

Redação Publicado em 03/04/2020, às 08h54

None
Michael Jackson e Diana Ross (Foto 1: AP Photo / Laurent Rebours/ Foto 2: Matt Sayles/Invision/AP)

Muitas teorias da conspiração são criadas ao redor de astros do pop. Pessoas acreditam que Michael Jackson forjou a morte e vive escondido, assim como teria feito Elvis Presley. Uma nova teoria bizarra sobre o Rei do Pop aponta Diana Ross e Smokey Robinson, estrelas da gravadora Motown, como verdadeiros pais biológicos de Jackson.

Filho de Katherine e Joseph, o astro nasceu em Indiana, Estados Unidos. Jackson iniciou a carreira musical ainda na infância, aos cinco anos de idade, ao lado de quatro irmãos, no grupo The Jackson 5. Em 1969, os irmãos começaram a morar com Diana, em Los Angeles, e lançaram o primeiro álbum, Diana Ross Presents the Jackson 5, pela Motown.

+++ LEIA MAIS: Beyoncé Illuminati, Paul McCartney morto e mais: 8 teorias da conspiração inacreditáveis do pop [LISTA]

A importância de Diana na divulgação do Jackson5 é inegável. O papel da estrela como mentora do grupo gerou a teoria de que, na verdade, a cantora seria mãe de Jackson. No YouTube, o canal An American Scheme explica a ideia absurda, e alguns usuários aprofundaram a teoria no fórum Reddit. Segundo o boato, Diana engravidou de Robinson, aos 14 anos, mas a criança teria sido doada para Joseph, por intermédio de Berry Gordon, dono da gravadora Motown, para não prejudicar a carreira da diva.

Alguns acreditam ainda que a letra de “Billie Jean”, sucesso da carreira solo de Jackson, não se trata de um homem negando a paternidade de uma criança, mas de uma música inspirada pela revelação sobre os verdadeiros pais. Segundo a teoria, a frase “a criança não é meu filho”, cantada por Jackson, seria de Diana.


+++ TRAVIS SCOTT: O HYPE EM TORNO DELE REALMENTE FAZ SENTIDO?