Teoria decide culpar Mestre Ki-Adi Mundi pelo fim da ordem Jedi em Star Wars

De negar a volta dos Sith a acusar a padawan de Anakin, Mundi ajudou a promover os planos de Darth Sidious

Redação Publicado em 31/01/2020, às 18h02 - Atualizado às 18h03

None
Mestre Yoda (Foto: Reprodução)

Um dos momentos mais traumáticos de Star Wars é o fim da Ordem Jedi em A Guerra dos Clones. Uma teoria compartilhada no site Reddit aponta que o responsável pelo término da organização foi o Mestre Ki-Adi Mundi.

A tese detalha que Mundi foi o primeiro a negar a volta dos Sith, mesmo depois de Qui-Gon comentar sobre o encontro com o vilão Darth Maul. Ainda, o Mestre recusou ajudar Satine após ela pedir pela assistência Jedi. Esse ato resultou na dominação do planeta Mandalore  por Maul.

+++ LEIA MAIS: Vaza cena da série de Star Wars criada por George Lucas em 2005 e cancelada; conheça Underworld

Em meios aos conflitos intergalácticos, Mundi piorou a situação quando acusou a padawan Ahsoka. Com isso, a desconfiança de Anakincontra o Conselho aumentou.

A teoria também enfatiza como o Mestre trouxe - de forma bem aleatória - questões referentes aos ataques contra Wookiesem uma reunião dos Jedi. Com a discussão, Yoda precisou sair de Coruscant e ir para Kashyyyk.

+++LEIA MAIS: Fã teria previsto ‘twist’ de Palpatine em Star Wars: A Ascensão Skywalker anos atrás; veja

O grande problema é que, logo depois da despedida de Yoda do planeta, Anakin descobriu a verdade sobre Palpatine. A reação do Skywalkerseria bem diferente caso Yoda tivesse continuado lá.

No final, a  teoria defende que Ki-Adi Mundi, inadvertidamente, promoveu os planos de Darth Sidious.


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 2), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL