Retorno renovado

Com Steve Carell saindo do seriado The Office, Will Ferrell faz participação e garante pico de audiência nos EUA

BR Press Publicado em 19/04/2011, às 19h46

Steve Carell e Will Ferrell em cena de The Office
Reprodução

(BR Press) - Na semana passada, foi ao ar nos Estados Unidos episódio de The Office com a primeira das quatro participações de Will Ferrell. Michael Scott (papel interpretado por Steve Carell), o melhor chefe do mundo, segundo ele próprio, está dando adeus ao escritório da empresa fictícia Dunder Mifflin.

No episódio "Training Day", Michael treina o seu substituto (Ferrell) e todos do escritório tentam impressioná-lo, com exceção, claro, de Dwight Schrute (vivido por Rainn Wilson). O programa teve 7,7 milhões de telespectadores. Segundo pesquisa da Nielsen (que mede os números da TV e de vendas de discos nos Estados Unidos), essa foi a melhor audiência do canal NBC desde o dia 27 de janeiro.

Substituto oficial?

A nova temporada da série ainda não tem previsão de estreia no Brasil, e há no ar a expectativa de saber se Ferrell pode substituir definitivamente Carell.

Quando o programa estreou, em 2005, Carell sofreu muita pressão por ser o protagonista da versão norte-americana do seriado original (britânico), criação de Ricky Gervais, que vivia o chefe. Mas com sete prêmios conquistados pelo papel de Michael Scott, a aprovação do público e uma carreira sólida no cinema, Carell se despede de The Office em alta.