Thom Yorke aconselha novos músicos a não se prenderem às grandes gravadoras

“Quando a indústria corporativa morrer, não será uma grande perda para o mundo”, disse o vocalista do Radiohead

Da redação Publicado em 09/06/2010, às 18h42

Thom Yorke segue com a bandeira em prol da cena independente
Marcos Hermes/Divulgação

Thom Yorke decidiu aconselhar os novos talentos da música a fugir das grandes gravadoras, consideradas por ele como um "navio prestes a naufragar". O músico falou sobre o assunto no livro Rax Active Citizenship Toolkit, que será lançado em julho pela revista New Internationalist. A obra é direcionada a estudantes, e também conta com depoimentos da rapper britânica Ms Dynamite, informou o site da BBC.

Para o músico, o colapso na indústria musical é apenas uma questão de tempo. "Quando a indústria corporativa morrer, não será uma grande perda para o mundo", disse Yorke. "Então, aconselharia os novos músicos a não se amarrarem a esse navio, porque, acredite, ele está afundando." O Radiohead, banda da qual Yorke é vocalista, teve contrato com a major EMI por 12 anos, mas lançou seu mais recente álbum, In Rainbows, de forma independente, em 2007, numa das jogadas de marketing mais comentadas no mundo da música nos últimos anos: o internauta podia pagar quanto quisesse - inclusive nada - pelo download do disco.