Thom Yorke chama Spotify de “o último suspiro de uma velha indústria”

Vocalista do Radiohead não se mostrou favorável a serviços de streaming

Redação Publicado em 07/10/2013, às 12h40 - Atualizado às 12h43

Thom Yorke lança novo remix ao lado do Atoms for Peace
AP

Aparelhos móveis com acesso à internet se multiplicaram pelo mundo e junto a eles surgiu uma nova modalidade de serviço, os aplicativos de streaming, que deram possibilidades aos fãs que, em vez de comprar um disco ou outro, podem contratar por assinaturas mensais este tipo de ferramenta. Mas Thom Yorke, o vocalista do Radiohead, não parece muito favorável a essas alternativas.

Reconectando o Radiohead: como a banda mais experimental da atualidade aprendeu a fazer rock novamente.

“Sinto que nós músicos precisamos lutar contra essa coisa do Spotify. Sinto que de alguma forma o que está acontecendo com o mainstream é o último suspiro de uma velha indústria. Assim que finalmente morrer, e vai, algo além vai acontecer”, disse o músico em entrevista com o site mexicano Sopitas.

“Mas tudo depende de como mudamos o nosso modo de ouvir música, tudo depende do que acontecerá em termos de tecnologia, em termos de como as pessoas falam sobre música, e muito disto pode ser bem ruim.”

Apesar de certa dose de pessimismo, Yorke garante que acredita que algo novo irá revolucionar o mercado no futuro. “O que acontecerá em seguida é a parte importante”, disse. “Tem uma pegadinha mental acontecendo, com as pessoas dizendo que ‘com a tecnologia, tudo estará na nuvem e toda a criatividade será uma coisa só sem que ninguém seja pago e será algo muito inteligente’. Isto é besteira.”