Um é Pouco, Dois é Bom e Três é Demais pode ganhar filme

A produtora New Line Cinema está negociando pelos direitos autorais da série, que originalmente se chamava Three's Company

Rolling Stone EUA Publicado em 23/04/2016, às 11h18

New Line Cinema está negociando para conseguir direitos autorais da icônica série dos anos 1970 e 1980.
Divulgação

A produtora norte-americana New Line Cinema está negociando os direitos para adaptar Um é Pouco, Dois é Bom e Três é Demais (Three's Company), uma das séries mais icônicas dos anos 1970 e 1980, para o cinema. A empresa também confirmou ter contratado os roteiristas Abby Kohn e Marc Silverstein, que assinam o roteiro da comédia romântica Ele Não Está Tão a Fim de Você, para escrever a adaptação, que se passaria nos anos 1970. As informações são do site da revista The Hollywood Reporter.

Um é Pouco, Dois é Bom e Três é Demais foi ao ar de 1977 a 1984, nos Estados Unidos. O seriado girava em torno da vida de três colegas de apartamento: duas mulheres solteiras e um homem que dizia ser gay para poder morar ali. A série, baseada no programa britânico Man About the House, que durou de 1973 a 1976, foi um sucesso durante as oito temporadas, com seu humor físico e diálogos insinuativos.

John Ritter ganhou um Emmy e recebeu duas indicações ao prêmio por ter vivido Jack Tripper. Joyce DeWitt interpretava Janet Wood, enquanto Suzanne Somers se tornou símbolo sexual por ter encarnado a bobinha Chrissy Snow durante as cinco primeiras temporadas.

A nostalgia televisiva tem dominado o cinema ultimamente, com exemplos que vão de Anjos da Lei a Baywatch.