Tiësto lançará linha de roupa em parceria com a grife Guess

DJ explicou que as roupas são "um reflexo de diversos elementos que cercam a música eletrônica"

Rolling Stone EUA Publicado em 09/09/2012, às 10h00 - Atualizado às 12h00

DJ Tiësto
Foto: Divulgação

Na última década, o DJ holandês Tiësto emergiu de líder da cena eletrônica e avançou sobre outras áreas da cultura. No ano passado ele lançou sua própria coleção de roupas, CLVB LIFE, e agora está expandindo seu nome, criando uma linha em colaboração com a marca Guess.

Com previsão para chegar às lojas no dia 10 de outubro, a coleção inclui camisas, jeans e jaquetas, entre outras peças. Todas elas estampam o logotipo da Nyt Lyf, como foi cunhada a parceria que ambiciona atingir fãs da música eletrônica.

A colaboração surgiu da amizade entre Tiësto e o CEO da Guess, Paul Marciano. “Ele é mais do que só um DJ”, afirmou o empresário em anúncio oficial.

Ao mesmo tempo, Tiësto tenta manter a ocupada vida de DJ. Mesmo assim, o DJ encontrou espaço na agenda para dar uma entrevista à Rolling Stone EUA.

Como esta nova linha difere do que você oferece em CLVB LIFE?

Esta coleção é muito maior que a primeira CLVB LIFE. Queremos expandir o que tínhamos antes. Com a Guess, foram desenhados jeans, jaquetas de couro, entre outros. As duas linhas, no entanto, são baseadas nas mesmas coisas.

Que tipo de coisas?

É um reflexo de diversos elementos que cercam a música eletrônica. Uma grande parte do estilo de vida é se preparar e se vestir para uma ocasião. A linha reflete este desejo e foca nos tipos de roupas que eu gosto.

Como você guiou os designers da Guess para que criassem aquilo que você queria?

Eu trabalhei muito perto da equipe quando estive em Los Angeles. Meu trabalho era mais artístico, dizer a eles elementos que gosto e aqueles que eu não gosto, cortes que eu achei que combinavam com meu público, detalhando coisas que gostaria que incluíssem no conceito geral. São profissionais talentosos e foram hábeis para trabalhar com minhas ideias. Estou realmente ansioso para ver como isto vai funcionar.

Uma coisa que chama a atenção é a combinação forte de cores nas camisetas.

Com minha coleção, algumas das inspirações foram tiradas dos telões que uso em minhas apresentações. As luzes e as projeções são uma parte essencial de meu show. Quero que todos os presentes tenham a melhor experiência que eu posso oferecer para que nunca esqueçam. Estes efeitos trazem uma nova dimensão ao show.

Falando sobre tocar, você embarcará na turnê Club Life College Invasion em outubro, mais ou menos quando a linha chega às lojas. O que você mais espera neste momento?

A minha última turnê em colégios foi um redemoinho. Foi incrível viajar tão rapidamente pelos Estados Unidos. Cada cidade tem uma história e experiências ligadas a ela, e a energia do público foi incrível. Estou ansioso para investigar mais sobre o país. Tive ótimos momentos em minha última turnê e me sinto conectado com as pessoas. A produção que queremos levar para a estrada é maior do qualquer turnê de dance já feita em colégios antes.

Finalmente, já que é uma “invasão colegial”, o que o público tem a aprender?

Boa pergunta. Eu acho que quero que as pessoas aprendam o que são realmente bons momentos.