TIFF 2013: Diretor de Juno apresenta tenso drama familiar

Novo trabalho de Jason Reitman conta com belas performances de Josh Brolin e Kate Winslet

Paulo Gadioli, de Toronto Publicado em 11/09/2013, às 11h46 - Atualizado às 12h00

Labor Day
Divulgação

A cada novo filme, o diretor canadense Jason Reitman, de Juno e Amor Sem Escalas, aperfeiçoa o balanço entre a comédia e o drama. Em Labor Day, no entanto, a parte cômica fica em segundo plano, dando lugar a um tenso e emocional drama familiar que ganha força nas belas interpretações dos já veteranos Josh Brolin e Kate Winslet e do novato Gattlin Griffith.

No filme, exibido no Festival de Toronto, Kate Winslet interpreta Adele, uma mãe solteira depressiva que vive com seu filho, Henry, afastada da cidade e das pessoas. Tudo muda quando, ao fazer compras no mercado, um estranho com marcas de sangue os aborda e obriga a dar carona. O homem é um fugitivo e aproveita a casa da família para se refugiar.

Com o passar do tempo, mãe e filho vão se adequando àquele homem. Enquanto ele realiza os trabalhos de casa, ambos começam a enxergá-lo com olhos diferentes. Adele vê um possível novo amor, a primeira vez que alguém interessante aparece desde o trágico acidente. Henry, uma figura paterna, mais presente que seu pai, agora casado com outra mulher e vivendo em outra casa.

Reitman trabalha bem a transição entre o medo e a confiança, quase sempre, porém, deixando o espectador em alerta, consciente, por meio de um eficiente design de som e uma produção responsável por lembrar que, a qualquer momento, tudo aquilo pode acabar.

A história do homem misterioso é contada por meio de flashbacks, apresentados como um mosaico, aos poucos mostrando porque ele foge. No meio tempo, o jovem Henry, praticamente o narrador da trama, passa por diversos questionamentos. Ele tem muitos medos. Não ser legal, ser trocado, ser abandonado pela própria mãe. Os confronta, no entanto, ao perceber a inesperada situação.

Labor Day é um trabalho atípico na curta carreira de Jason Reitman. Embora trate de temas familiares ao cineasta, temos uma mistura de drama e suspense inédita para ele, provando mais uma vez o talento do diretor.

Leia mais sobre a cobertura do Festival de Toronto nos links relacionados abaixo.