Todd Phillips comenta sobre a cinebiografia de John Belushi

Segundo o diretor de Se Beber Não Case, longa-metragem fugirá dos moldes convencionais

Da redação Publicado em 07/09/2010, às 13h37

Todd Phillips fala pela primeira vez sobre a cinebiografia de John Belushi
AP

Todd Phillips (Se Beber Não Case) decidiu comentar pela primeira vez acerca do novo trabalho que está produzindo: a cinebiografia do humorista norte-americano John Belushi (morto em 1982, aos 33 anos, devido a uma overdose de drogas). O projeto se encontra em seus estágios iniciais, afirmou.

Phillips revelou que a cinebio não será feita nos moldes já conhecidos. "Nosso objetivo não é fazer uma cinebiografia tradicional, como Ray ou Johnny e June. São bons filmes, mas não queremos uma cinebio típica", explicou. "Queremos um longa-metragem que se John Belushi assistisse ficaria feliz por termos captado seu espírito. Algumas vezes sinto que esses filmes não mostram a essência da pessoa."

Quando questionado sobre o que, especificamente, a biografia apresentaria de diferente das já realizadas, justificou que sua descrição é vaga uma vez que ainda não se sabe ao certo como será o projeto - já que este se encontra em seu estágio inicial. Mas explicou: "A maioria das cinebiografias tem uma narrativa meio televisiva. Não queremos isso. Queremos uma abordagem mais rebelde para alguém que acredito ter sido um dos atores de comédia mais rebeldes de todos os tempos."

O diretor disse que ainda não sabe qual ator assumirá a responsabilidade de viver John Belushi na telonas. Em agosto, foi divulgado que Zach Galifianakis (Se Beber, Não Case) era tido como um dos favoritos para o papel. No entanto, ele já tem 40 anos, assim como Jack Black - outro artista que poderia interpretar Belushi. Os nomes de Jonah Hill, de 26 anos, e Seth Rogen, de 28, também foram cotados. Neste novo projeto, a viúva do comediante, Judith Belushi Pisano, será a produtora executiva - em 2005, ela publicou Belushi: A Biography.

Após muitas tentativas, a Warner Bros. finalmente adquiriu os direitos para contar a história do ator. Alexandra Milchan e Bonnie Timmerman também estão produzindo. Este será o segundo filme sobre a vida de John Belushi. O primeiro foi lançado em 1989, com o título Wired - uma adaptação da polêmica biografia Wired: The Short Life and Fast Times of John Belushi (1984), do jornalista Bob Woodward. O longa-metragem estrelado por Michael Chiklis foi boicotado pela família e pelos amigos do ator.