Tom DeLonge abandonou o Blink 182 para construir um mundo melhor

Em entrevista, o ex-guitarrista e vocalista explicou um pouco da decisão de abdicar da música

Redação Publicado em 14/03/2019, às 16h51

None
Tom DeLonge, ex-guitarrista e vocalista do Blink 182. (Foto: Lewis Stickley / PA Wire / AP Images)

Em uma entrevista recente, Tom DeLonge explicou que o motivo de ter abandonado o Blink 182, foi a vontade de transformar o mundo em um lugar melhor para seus filhos.

O ex-guitarrista e vocalista é um dos fundadores da To The Stars Academy of Arts & Science, organização que inaugurou em 2015 com o objetivo de “perturbar o cenário atual” e “chegar a descobertas transformativas que estejam dentro do nosso alcance, e que vão revolucionar a experiência de ser humano”.

No vídeo, que pode ser assistido abaixo, ele abordou a questão de desistir do trio que ajudou a fundar em 1992. 

“O último show que toquei foi para uma plateia de 100 mil pessoas. Quando me questionam o motivo de ter abdicado disso, digo que, quando eu for mais velho e olhar para trás na minha vida, esse será o momento que vou relembrar e pensar ‘Meu deus, eu fiz parte de uma equipe que mudou o mundo’”, explicou.

DeLonge expandiu sobre tema, e revelou que seu objetivo, e o maior fator que o levou a sair do Blink, é “mudar o caminho em que a humanidade se encontra”. “Abandonei minha banda e tudo aquilo pelo qual me conheciam porque esse é o momento no qual eu posso mudar o mundo para os meus filhos e para todo mundo”, concluiu.