Tom Hanks fala sobre a intensidade dos sintomas do Covid-19: 'Dores no corpo devastadoras'

O astro também opinou sobre a liderança de Donald Trump em tempos de pandemia e crise global

Redação Publicado em 06/07/2020, às 14h13

None
Tom Hanks em 2016 (Foto: Jordan Strauss / Invision / AP File)

No começo de março, Tom Hanks e a esposa Rita Wilson foram diagnosticados com Covid-19. Recentemente, o casal deu uma entrevista ao The Guardian, e o astro falou um pouco mais sobre o período em que passaram com o vírus.

Hanks contou que os sintomas dos dois foram bem diferentes: "Minha esposa não sentia gostou ou cheiro, ela teve náuseas intensas e febre muito mais alta que a minha. Eu tive apenas dores no corpo devastastadoras, fadiga o tempo todo e não conseguia me concentrar em nada por mais de 12 minutos.

+++LEIA MAIS: Os Simpsons ‘previu’ coronavírus - e até que Tom Hanks ia ficar de quarentena

Sobre o sintoma de não conseguir se concentrar, ele brincou: "Essa última parte já é meio que meu estado natural de qualquer jeito".

Apesar de ser considerado parte do grupo de risco por ser diabético, ter tido um stent no coração e ter 63 anos, o ator disse que não se desesperou em momento algum. "Não sou do tipo que acorda de manhã e se pergunta se vai ver o fim do dia ou não".  

+++LEIA MAIS: Tom Hanks escreve carta linda para menino que sofre bullying por se chamar Corona

Hanks também aproveitou a entrevista para opinar sobre a atitude e a qualidade do governo de Donal Trump.

"Devo dizer que cresci olhando para nossos líderes em busca de tranquilidade e orientações informadas, e não acho que temos isso", falou ao The Guardian.


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO