Pulse

Homem-Aranha: Tom Holland conta que briga entre Sony e Disney pelo herói foi “a época mais estressante” da vida dele

O astro se limitou a comentar sobre a disputa entre os estúdios por alegar a existência de cláusulas contratuais de sigilo

Redação Publicado em 14/10/2019, às 12h43

None
Homem-Aranha: Longe de Casa (Foto: Reprodução Marvel)

Tom Holland confessou que o período da quebra do acordo financeiro entre Sony e Disney para uso do Homem-Aranha no MCU foi “a semana mais estressante” da vida dele.

“Bom… Talvez quando toda coisa de Disney/Sony aconteceu (...) Foi uma semana bem estressante.” A afirmação foi feita durante um painel de entrevistas do ator com Jake Gyllenhaal, na Ace Comic Con, evento que aconteceu na cidade de Rosemont, no estado de Illinois, nos EUA.

+++Leia mais: Tom Holland, o Homem-Aranha, raspou o cabelo e a internet não está sabendo lidar; veja os memes

Holland respondeu às perguntas dos fãs sobre qual foi a experiência mais cansativa que teve. O ator começou a contar que foi a interpretação de “Umbrella”, da diva Rihanna, no programa de TV Lip Sync Battle, mas mudou de ideia e citou a negociação conflituosa entre os estúdios pelo personagem.

Ele completou: “Tenho certeza que existe alguma obrigação contratual que me impede de dizer qualquer coisa sobre qualquer assunto, então vou apenas manter minha boca fechada.”

+++Leia mais: Tom Holland revela erro em filme de Homem-Aranha que ninguém percebeu

O impasse entre os dois estúdios aconteceu em agosto, e foi marcado por declarações marcantes de ambos os lados. O presidente da Sony, Tony Vinciquerra, disse que “as portas estavam fechadas” para a volta do Homem-Aranha para o MCU apenas duas semanas antes de um novo acordo financeiro ser feito.

Tom Holland teve um papel fundamental para se manter como o intérprete de PeterParker e encorajar as negociações a continuarem, e teve o apoio da legião de fãs da Marvel, com a hashtag #SaveSpiderMan.