Tom Morello desmente fake news sobre show histórico do Rage Against the Machine; entenda

Guitarrista da banda esclareceu mal-entendido nas redes sociais com "fatos checados"

Redação Publicado em 06/07/2019, às 10h00

None
Tom Morello, ex-guitarrista do Rage Against the Machine

Constantemente ativo nas redes sociais, Tom Morello, ex-guitarrista do Rage Against The Machine, surgiu novamente no Twitter, desta vez para desmentir uma "fake news" espalhada por um seguidor.

No Twitter, um fã afirmou que eles se apresentaram na Convenção Nacional Democrata, um grande encontro nacional dos políticos do partido Democrata dos Estados Unidos, em 2000.

+++ LEIA MAIS: Seria o momento ideal para a volta do Rage Against The Machine, diz Tom Morello

"Eles tocaram na Convenção Nacional Democrata. Tom Morello é um democrata liberal raivoso e Zack de la Rocha é um comunista devoto", escreveu o fã.

Morello, por sua vez, decidiu que era hora de intervir:

"O RATM tocou em um show PROTESTANDO contra a DNC [sigla da convenção, em inglês] em 2000 e em 2008. E a polícia atacou nossa plateia. #FatosChecados", rebateu.

O show do Rage Against the Machine fez história naquele ano de 2000, em protesto contra o bipartidarismo dos Estados Unidos.


Os organizadores da convenção, que esperavam por um dia bastante pacífico no Staples Center, em Los Angeles, chegaram a pedir que a banda fosse proibida de se apresentar tão próximo do evento.

Uma juíza negou o pedido e cerca de 2 mil policiais com armamento anti-motim se reuniram nas proximidades do Staples Center.

Oito mil pessoas apareceram para assistir a Zack de la Rocha e sua banda. "Nossa democracia foi sequestrada", ele gritou ao microfone antes de "Bulls on Parade". "Nossa liberdade eleitoral é controlada pelas corporações neste país. Nós não vamos permitir que essas ruas sejam controladas por democratas ou republicanos!"

O Rage Against The Machine tocou por 40 minutos, com músicas como "Sleep Now in the Fire", "Guerrilla Radio" e "Testify". Uma mini-revolta do público levou os policiais a abrirem fogo contra a multidão com balas de borracha e spray de pimenta.

+++ SESSION ROLLING STONE: Cynthia Luz acredita no amor puro com "Não Sou Sem Nós"