Tom Morello diz que Rage Against the Machine é responsável pela eleição de Trump: 'Carmicamente'

O músico explicou o motivo da banda se sentir culpada pela eleição do atual presidente dos Estados Unidos

Redação Publicado em 03/09/2020, às 16h44

None
Tom Morello (Foto: AP Photo/Amy Harris)

O Rage Against the Machine é uma banda ativista e nunca escondeu os posicionamentos políticos os quais acreditam. Em uma nova entrevista, Tom Morello revelou que o grupo se sente responsável pela eleição de Donald Trump. As informações são da Far Out Magazine.

+++ LEIA MAIS: Fãs se revoltam ao descobrirem que Rage Against the Machine e System of a Down são bandas políticas - pois é, em pleno 2020

Em uma entrevista à Interview Magazine, via Far Out Magazine, Tom Morello foi questionado sobre o videoclipe para “Sleep Now in the Fire”: “Você diria que, de alguma forma, o Rage Against The Machine previu tudo isso?” 

Ao que o guitarrista logo respondeu: "Eu diria que somos carmicamente inteiramente responsáveis [pela eleição do atual presidente dos Estados Unidos], e peço minhas desculpas.". 

+++LEIA MAIS: Menina de 10 anos toca guitarra, baixo e bateria de 'Guerrilla Radio', do Rage Against the Machine, em suporte ao movimento Black Lives Matter; assista

No clipe de "Sleep Now in the Fire", há uma pessoa segurando um cartaz com a frase "Trump for President". Morello falou sobre a concepção do vídeo: "[O diretor] Michael Moore imprimiu cartazes e os distribuiu para os day traders [investidores ativos]. Ninguém prestou atenção a isso. É engraçado como isso se tornou uma piada improvisada."

Assista "Sleep Now in the Fire":

 


+++ DESAFIO! FREJAT ESCOLHE OS MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO