Tom Morello lança primeiras música de selo em pról da música independente

"Estamos tentando enriquecer os corações e as mentes das pessoas”, diz o guitarrista do Rage Against The Machine

Redação Publicado em 04/06/2015, às 14h41 - Atualizado às 14h58

Tom Morello
Owen Sweeney/AP

“As pessoas sempre me perguntam, ‘Por que não existem artistas escrevendo letras como as do Public Enemy, The Clash ou Rage Against The Machine?’ E minha resposta sempre é, ‘Eles existem. Eles podem não estar no topo da lista dos mais vendidos e você tem que pesquisar para encontrá-los, mas eles existem”, diz Tom Morello à Rolling Stone EUA.

Serj Tankian e Tom Morello fazem cover de “Crazy Train”; ouça.

Pois o guitarrista do Rage Against, Audioslave e Nightwatchman está ajudando estes mesmos artistas ‘escondidos’ a terem a própria casa, através da Firebrand Records, seu próprio selo musical. “Essa gravadora é o ponto de encontro de compras para toda a música rebelde que você precisa”, ele brinca. “É o tipo de coisa que eu gostaria que tivesse existido durante todo a minha vida artística”.

Tom Morello e Bruce Springsteen dividem cena no clipe de “Just Like Fire Would”.

A Firebrand, criada por Morello em parceria com Ryan Harvey, do coletivo Riot-Folk, foi lançada nesta quinta-feira, 4, com uma compilação digital de música de Harvey e de alguns dos artistas ativistas citados por Morello.

Entre eles, o egípcio Ramy Essam, militante da revolução que recentemente tomou o país árabe, a banda indie rock Built For The Sea, de São Francisco, o grupo punk Lycka Till, da Suécia, e o roqueiro Bell’s Roar, do Bronx, Nova York. Uma das faixas, “It’s Like That”, do rapper Son of Nun, de Baltimore, fala sobre violência policial.

As 15 separações mais conturbadas do rock.

“Os artistas da Firebrand são negros, brancos, árabes, judeus, homens, mulheres, gays, heterossexuais, folk, punk, hard rock, hip hop, mas todos eles têm uma coisa em comum: eles fazem música com um senso de propósito de criar um planeta mais justo. Não existe outra gravadora como essa e acho que nesses tempos tumultuados, movimentos sociais de sucesso sempre conseguem uma grande trilha sonora. Queremos providenciar isso”.

“Não somos um selo sem fins lucrativos. Talvez nós sejamos mais corretamente definidos como um selo anti-lucro [risos]. Não estamos tentando ficar ricos com a Firebrand Records, estamos tentando enriquecer os corações e as mentes das pessoas”, acrescenta Morello.

Ouça "Carson McCullers", do Lycka Till, abaixo e outras músicas do selo aqui: