Tony Iommi conta como voltou a tocar guitarra depois de perder a ponta dos dedos: ‘O som do Black Sabbath veio disso’

O músico perdeu parte dos dedos anular e médio em um acidente de trabalho, aos 17 anos

Redação Publicado em 19/02/2020, às 11h11

None
Tony Iommi (Foto: Amy Harris/ Invision/ AP)

Tony Iommi revelou como foi o processo de aprendizado para tocar guitarra após sofrer um acidente em uma fábrica e perder a ponta dos dedos anular e médio aos 17 anos. Em entrevista à Gibson, o guitarrista do Black Sabbath revelou que, na época, os médicos não acreditavam que ele conseguiria tocar o instrumento novamente.

"Eu não consigo lembrar o tempo exato, enquanto estava com os curativos, eu estava tentando aprender guitarra com o meus dois dedos e pareceu uma eternidade. Eu fui ver diversos especialistas e eles disseram: 'Você tem que desistir, você nunca vai conseguir tocar novamente'. O que foi realmente depressivo."

+++ LEIA MAIS:  Tony Iommi apoia internação de James Hetfield: "Fez a coisa certa ao procurar ajuda"

O músico também falou que não aceitou o diagnóstico e decidiu encontrar um novo jeito de tocar o instrumento por meio de materiais de apoio. 

"Eu não aceitei isso. Eu comecei a fazer minhas próprias pontas. Era experimental e equivocado, então depois de um período, eu estava tentando coisas diferentes que poderia usar e mantive meus dedos nelas. E eu criei algo do plástico e apenas deslizaria", contou o guitarrista.

Ele completou: "Então eu apareci com materiais para grudarem na corda e não quebrá-la e, no final, eu usei couro. Eu tentei coisas diferentes e o couro funcionou melhor. Eu ainda tenho que trocar antes de uma turnê. Eu tinha que trocar uma vez por mês". 

+++ LEIA MAIS:  Ozzy Osbourne revela o que pensa dos integrantes do Black Sabbath: ‘Não sei como [Iommi] consegue tocar’

Iommi ainda contou que tocar acordes completos foi a maior dificuldade do processo, porém, foi justamente o impasse que foi responsável pela criação da identidade sonora do Black Sabbath .

"Foi pior do que começar do zero, especialmente depois de poder tocar acordes, e, de repente, eu dei de cara com o fato de não conseguia tocar um acorde completo por causa dos meus dedos."

Por fim, ele disse: "E isso, eu acho, é o que me fez criar o som do Black Sabbath, porque eu estava tentando fazer um som maior para compensar os quatro acordes completos que eu não conseguia mais tocar". 


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA