Trabalhando para DC, James Gunn recebe presente emocionante da Marvel

O diretor recebeu um scrapbook com fotos de cenas do backstage de Guardiões da Galáxia, e revelou: "trouxe uma lágrima ao meu olho"

Redação Publicado em 01/10/2019, às 16h05

None
James Gunn (Foto: Vianney Lecaer / Invision AP)

O diretor James Gunn começou, recentemente, a trabalhar com Esquadrão Suicida, da DC. Para marcar o acontecimento, a Marvel mandou um presente e tanto: um scrapbook de fotos por trás das cenas de Guardiões da Galáxia, trabalho também dirigido por Gunn.

+++LEIA MAIS: James Gunn revela quais HQs se inspirou para Esquadrão Suicida 2

No Twitter, Gunn revelou que o presente foi emocionante: "É um livro espesso repleto de lembranças que trouxe uma lágrima ao meu olho." 

James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia 1 e 2, foi demitido em 2018 da sequência do longa devido a uma grande polêmica relacionada a tuítes antigos do produtor. Os escritos de Gunn eram de 2013, e faziam sátiras de casos de estupro e pedofilia.

+++LEIA MAIS: Nova espaçonave dos Guardiões da Galáxia é uma homenagem a David Bowie

O elenco do filme ficou insatisfeito com o afastamento do diretor, e assim como os fãs, se mobilizaram para trazer Gunn de volta à direção do longa. Aproveitando a confusão toda, a DC resolveu contratá-lo para dirigir a sequência de Esquadrão Suicida

E como Hollywood trata-se de um grande jogo de poderes, a Marvel voltou atrás da demissão e contratou Gunn novamente. No entanto, o diretor revelou que Guardiões da Galáxia só começará a ser filmado após o término da edição de Esquadrão Suicida

+++LEIA MAIS: Quais foram os maiores erros cometidos pelos filmes da DC Comics?

Realmente, Gunn pode ser o diretor que venha a unir as duas grandes concorrentes do universo fictício, Marvel e DC. A influência do diretor foi citada até por Peter Safran, produtor de Aquaman e Shazam!:  "Gunn sempre defendeu a opinião de que aquilo que une os amantes de quadrinhos e super-heróis é muito maior do que o que nos divide".

Tuíte James Gunn