Trent Reznor, do Nine Inch Nails, condena ações de Marilyn Manson: 'Cortei relações há 25 anos'

Líder do Nine Inch Nails produziu os primeiros discos de Marilyn Manson, mas se distanciou do músico

Itaici Brunetti | @itaicibrunetti Publicado em 04/02/2021, às 09h12

None
Marilyn Manson em 2003 (Foto: Jon Kopaloff/ Getty Images)/ Trent Reznor (Foto: Jamie McCarthy/ Getty Images)

Trent Reznor e Marilyn Manson foram parceiros musicais por algum tempo na década de 1990, mas, segundo o líder do Nine Inch Nails, cortou relações com o cantor autodenominado "Anticristo Superstar" há quase 25 anos por não aprovar suas ações. 

Em entrevista ao site Pitchfork, Trent Reznor afirmou: "Tenho falado abertamente ao longo dos anos sobre a minha antipatia por Marilyn Manson como pessoa e cortei relações com ele há quase 25 anos". 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson 'começou a me aliciar quando era adolescente e me abusou terrivelmente durante anos', diz Evan Rachel Wood

Para outro veículo, à Mojo, Reznordisse: "Marilyn Manson é um cara malicioso que pisa na cara de qualquer um para ter sucesso e cruzar qualquer linha de decência. Seu desejo pelo sucesso e pela autopreservação era tão grande que ele fingia estar muito ferrado quando não estava." 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Trent Reznor foi como um mentor a Marilyn Manson no início da carreira. O vocalista do Nine Inch Nails contratou a banda de Manson para a sua gravadora e produziu os dois primeiros álbuns do cantor, além de convidá-lo para sair juntos em turnê.

Posteriormente, com o estrelato alcançado, Manson retribuiu o favor participando da música e do videoclipe de "Starf*ckers, Inc", do Nine Inch Nails. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson é cortado de American Goods e Creepshow

Com Marilyn Mansonsendo acusado de abuso físico e emocional pela atriz e ex-namorada Evan Rachel Wood, e mais cinco mulheres, uma história antiga que envolve o músico e Trent Reznor voltou à tona.

Na biografia de Manson, The Long Hard Road Out of Hell, lançada em 1998, o autor Neil Strauss relata que o cantor e Reznor enfiaram os dedos na vagina de uma mulher embriagada. 

Ao Pitchfork, Trent Reznorrebateu o relato: "Como eu já disse anteriormente sobre isso, as memórias de Manson escritas no livro são invenções completas. Fiquei furioso e ofendido quando foi lançada e continuou assim até hoje." 


+++ PAI EM DOBRO | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL


+++MAIS SOBRE MARILYN MANSON: 5 momentos bizarros do cantor:

 

Fã de Anton Lavey

Marilyn Manson é, muitas vezes, chamado de e o Anticristo do Rock - e o motivo é a admiração por Anton LaVey, fundador da Igreja de Satã, que nomeou o cantor como um reverendo honorário.

Apesar da admiração por LaVey, o artista declarou anteriormente em entrevista ao Beliefnet que não é adorador do demônio: “Isso só poderia ser verdade se eu me considerasse ser o diabo, porque eu tendo a ser narcisista e acredito na minha própria força e identidade. Acho que Deus é o que existe no que você cria. A arte é a única coisa espiritual no mundo”.

+++LEIA MAIS: 5 bandas de rock que foram banidas pela Igreja


Afastar paparazzi

Em 2012, Marilyn Manson deu um jeito de afastar os paparazzi: O músico pintou a palavra “fuck” no rosto enquanto esperava na fila do aeroporto. Segundo o Huffpost, o artista explicou na hora que a palavra não era direcionada a ninguém na fila, mas aos paparazzi, para que “eles não pudessem vender as fotos que tirassem dele”.


Sexo com cueca nos tornozelos

Pode não parecer, mas Marilyn Manson é uma pessoa tímida - pelo menos é o que ele diz. Em entrevista à Rolling Stone EUA, o músico explicou que só consegue fazer sexo com as luzes apagadas, e ainda: ele tem fobia da casa dele pegar fogo, por isso tem relações sexuais com a cueca no tornozelo. Assim, se houver fogo, ele não estará pelado.

+++ LEIA MAIS: 5 artistas que não existiriam sem David Bowie: Marilyn Manson, Madonna e mais


Coleção de ossos

Um dos hobbies de Manson é acumular alguns itens peculiares, como próteses e partes falsas do corpo. Contudo, o cantor também coleciona itens ainda mais bizarros, incluindo ossos de verdade e um feto humano, que, segundo entrevista do músico a David Letterma, foi um presente. 


Pintura para cadáveres

Em entrevista à MTV, Manson revelou que a maquiagem dele é feita normalmente com uma lata infantil de Alice no País das Maravilhas, mas não é só. Segundo o músico, ele também usa um kit de pintura dos anos 1920 originalmente feito para retocar cadáveres.