Trent Reznor fala sobre pausa do Nine Inch Nails

“Não quero ser como Gene Simmons, um velho que coloca maquiagem para entreter crianças, como um palhaço indo trabalhar", afirmou o vocalista

Da redação Publicado em 15/07/2009, às 11h40

No último mês de fevereiro, Trent Reznor declarou que depois de alguns shows nos Estados Unidos, Europa e Ásia, o Nine Inch Nails daria uma pausa indeterminada na carreira. Em entrevista ao jornal filipino Daily Inquirer, o líder da banda voltou a falar sobre o assunto. Reznor, único integrante fixo do NIN, disse que o grupo não será deixado de lado - mas as turnês com os companheiros Robin Finck, Ilan Rubin e Justin Meldal-Johnsen sim.

"O que eu disse ou pretendi dizer, especificamente, foi que o NIN, enquanto banda ao vivo em turnê ou uma banda ao vivo na estrada todo o tempo, parou", afirmou. O tempo livre deve ser gasto em trabalhos em outras áreas artísticas. "Tenho um número de projetos que não são relacionados a música, que deixei em segundo plano há muito tempo."

Reznor, acostumado a declarações polêmicas, tinha medo de se transformar em um músico decadente apenas para continuar a ganhar dinheiro. "Não quero ser como Gene Simmons, um velho que coloca maquiagem para entreter crianças, como um palhaço indo trabalhar. Em minha paranoia, temo que se eu não parar por aqui, poderia me tornar isso. Porque é bom receber o cheque de pagamento e a única maneira de consegui-lo é tocando ao vivo", disse o cantor, alfinetando o icônico baixista do Kiss.