Tribalistas inaugura plataforma musical do Facebook; saiba mais sobre o Hand Album

Ferramenta que compila cifras, fotos, vídeos e músicas nasceu de um pedido da banda e teve protótipo feito por programadores brasileiros

Anna Mota Publicado em 18/08/2017, às 18h41 - Atualizado às 18h45

Arnaldo Antunes, Marisa Monte e Carlinhos Brown
Reprodução/Instagram

Em 2002, o Tribalistas lançou o disco de estreia autointitulado. Demorou 15 anos para que Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes voltassem com novidades para os fãs conquistados por músicas como “Carnavália”, “Velha Infância e “Já Sei Namorar”. A espera acabou na quinta, 10, quando a banda divulgou quatro canções — “Diáspora”, “Um Só”, “Fora da Memória” e “Aliança” — e prometeu um novo álbum, previsto para o fim de agosto.

E, para solidificar o retorno, o supergrupo decidiu ir além dos tradicionais formatos de discos e inaugurar uma nova plataforma musical do Facebook, chamada por Marisa de “hand album”. “Conversando com a Marisa, Carlinhos, Arnaldo e outras pessoas envolvidas no lançamento do disco, recebemos o desafio de construir uma ferramenta que desse um novo significado ao álbum digital, compilando músicas, vídeos e informações em um só lugar”, explica Christian Rôças, creative strategist do Facebook.

Relembre a nossa lista dos 100 maiores discos da música brasileira

O Hand Album é uma adaptação do Canvas (ferramenta que permite a construção de anúncios interativos, que suporta vídeos e fotos), com foco no produto musical, que funciona apenas no celular, e traz dados como ficha técnica, letras, cifras, vídeos, fotos e links das músicas — no caso do Tribalistas, armazenadas no Spotify. “Vemos como algo complementar às plataformas musicais, que atende o hábito atual das pessoas de consumir [música] no celular”, afirma Rôças. “A chance da pessoa ouvir um disco de uma banda que ela adora aumenta quando ele aparece diretamente no Facebook, porque essa já é uma atividade cotidiana.”

O Tribalistas é o primeiro grupo a testar o Hand Album. “Escolhemos a banda porque eles têm público em 52 países. Queríamos começar com alguém que ultrapassasse o âmbito nacional”, relata. E não só o grupo de estreia da plataforma é brasileiro, como também o embrião do projeto. “No começo de abril, fizemos um hackathon [maratona de programação] no Rio de Janeiro, e passamos dois dias inteiros testando protótipos até alcançar uma linguagem fácil para o público. Depois, o projeto foi finalizado com a ajuda de profissionais dos Estados Unidos e da Europa.”

E, assim como o Canvas, o Hand Album poderá ser utilizado por qualquer pessoa (nesse caso, artistas). “É uma ferramenta facilmente escalável, que serve tanto para grupos independentes como consagrados, e que se encaixa nas mais diferentes necessidades”, diz. Para conferir a novidade, basta acessar a página do Facebook de um dos três integrantes do Tribalistas utilizando um celular, e clicar no botão “play music”.

Ouça as novas músicas do Tribalistas abaixo.