Trio irlandês recusa abrir show de Chris Brown devido agressão a Rihanna

“Iria mandar a mensagem errada aos nossos fãs”, disse integrante do grupo, que recentemente lançou um single contra a violência doméstica

Redação Publicado em 01/11/2012, às 15h28 - Atualizado às 19h51

Chris Brown será estrela de comédia romântica
AP

Rihanna parece ter perdoado Chris Brown da agressão que sofreu em 2009, afinal, os dois recentemente foram vistos juntos (a cantora ainda afirmou, em agosto, que eles “ainda se amam”). Mas muita gente não esqueceu da confusão que antecedeu a noite do Grammy daquele ano, e o trio de irlandês de hip-hop Original Rudeboys faz parte desse grupo.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Em entrevista ao site local RTE, eles afirmaram que foram convidados para abrir o show do rapper em Dublin, mas rejeitaram a proposta. “Mesmo que seja uma grande oportunidade de tocar em um bom local com um grande astro do hip-hop e com uma proposta muito boa, nós somos completamente contra a agressão de Chris Brown a Rihanna”, disse o integrante Sean Walsh.

O mais recente single do trio, “Blue Eyes”, trata justamente da violência doméstica. “Faz sentido terminar com ele e fugir/ a forma como ele te deixa nesse estado/ quebrada e ferida”, diz a letra. “Apoiar Chris Brown iria mandar a mensagem errada aos nossos fãs”, resumiu o músico.

Pelo incidente com Rihanna, Chris Brown foi condenado a cinco anos em regime aberto e a prestação de serviços comunitários.