Tuíte antigo e fora de contexto de Ellen DeGeneres volta a repercutir em meio às acusações: 'Fiz uma funcionária chorar como um bebê'

A apresentadora do Ellen DeGeneres Show é acusada de racismo e outras atitudes tóxicas nos bastidores do programa

Redação Publicado em 19/08/2020, às 09h03

None
Ellen DeGeneres (Foto: Hubert Boesl/ picture-alliance / dpa / AP Images)

Um tuíte feito pela apresentadora Ellen DeGeneres em 2009 foi revivido recentemente e pode ter manchado ainda mais a imagem dela - principalmente depois que as denúncias de racismo e descaso nos bastidores do programa The Ellen DeGeneres Show vieram a público.

Na época, a anfitriã revelou que se sentia "bem" por fazer um de seus funcionários "chorar como um bebê". A notícia foi dada pelo portal Uol.

"Eu fiz um dos meus empregados chorar como um bebê no programa de hoje. Honestamente, isso me fez sentir bem", escreveu DeGeneres. Confira o post abaixo:

Segundo o Uol, no entanto, o comentário antigo e supostamente fora de contexto falava sobre uma surpresa da apresentadora a uma de suas funcionárias, Jeannie Klisiewicz, que, na época, foi presenteada com um cruzeiro.

"Ellen vendo este tuíte aparecer novamente", brincou um usuário do Twitter.

 

Entenda o caso

O poderoso fenômeno do cancelamento chegou à apresentadora Ellen DeGeneres, que, por muitos anos, foi um dos nomes mais queridos de Hollywood.

+++ Leia Mais: Ellen DeGeneres relembra quando sofreu abuso sexual na adolescência

Segundo o portal Uol (via Variety), DeGeneres deverá "prestar contas" à produtora WarnerMedia após incontáveis denúncias de racismo e outras atitudes tóxicas nos bastidores do talk show.

Em abril, 30 funcionários a denunciaram para a Variety, dizendo que seus salários haviam sido reduzidos em 60% com a pandemia. Somente depois - e através das redes sociais - eles descobriram que ela montou um novo set dentro de sua mansão.

Já em julho, uma matéria do Buzzfeed News trouxe relatos de funcionários do programa, que falaram sobre o ambiente intimidador nos corredores, desde comentários racistas até casos de assédio sexual.

+++LEIA MAIS: Kendrick Lamar canta “These Walls” no programa de Ellen DeGeneres

Enquanto isso, DeGeneres escreveu uma carta à equipe, divulgada pelo jornal The Hollywood Reporter: "Como alguém que foi julgada e quase perdeu tudo só por ser quem sou, entendo profundamente e tenho compaixão por aqueles que foram olhados de maneira diferente e tratados injustamente. Só pensar que um de vocês se sentiu assim é horrível para mim."

 


+++ DECLACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'