Twitter vai virar série de TV

Programa não terá roteiro e colocará pessoas normais na rota de colisão com celebridades

Da redação Publicado em 25/05/2009, às 13h00

As banalidades condensadas em 140 caracteres do Twitter vão virar série de TV. Com sede em São Francisco, Estados Unidos, o microblog fez parceria com as produtoras Reveille (responsável por seriados como The Office e Ugly Betty) e Brillstein Entertainment (com Brad Pitt, Adam Sandler e Jennifer Aniston na clientela) para desenvolver um programa concebido pela escritora e roteirista Amy Ephron. A informação é do site da revista Variety.

Fiel à moda tudo-ao-mesmo-tempo-agora do serviço, sem um "maestro" pra coordenar a saraivada de "twits" (nome dado às mensagens postadas pelos usuários), a série não seguirá roteiro pré-estabelecido. Em anúncio nesta segunda, 25, as produtoras por trás do negócio divulgaram a estratégia do empreendimento - que, à primeira vista, soa como um mix entre reality show e Perez Hilton, para quem o predicado "o blogueiro mais odiado de Hollywood" é de praxe. A ideia, em linhas gerais, é "colocar pessoas ordinárias no rastro de celebridades, em um formato competitivo revolucionário".

Produtor da Brillstein, Jon Liebman afirmou que o lançamento conseguirá, enfim, juntar as plataformas visual e online de uma forma apelativa. "Encontramos um jeito atraente de trazer a imediaticidade do Twitter para a vida na TV." Não há previsão para a primeira temporada do show.

Recentemente, Jack Dorsey e Biz Stone, fundadores do microblog, estrearam na lista da revista Time de pessoas mais influentes do ano. A mesma que elegeu Barack Obama.