U2 volta a colaborar com diretor de Apenas Uma Vez

Bono e The Edge devem compor músicas para Sing Street, de John Carney

JON BLISTEIN Publicado em 11/06/2014, às 18h25 - Atualizado às 18h29

O U2 apresentou a canção "Ordinary Love"
John Shearer/AP

Bono e The Edge vão contribuir na criação de músicas para o novo filme de John Carney, diretor de Apenas Uma Vez. Sing Street se passará em Dublin dos anos 1980 e contará a história de um adolescente que começa um banda depois de mudar de uma escola particular para uma escola pública. “Eles já foram extremamente solícitos na discussão sobre o aspecto musical do filme e como ele vai ser”, diz Carney à Rolling Stone. “Vai se passar nos anos 1980; obviamente o U2 era extremamente produtivo na época, então eles vão trazer isso, e eles têm sido ótimos. Bono tem ajudado com o personagem e a história depois que eu mostrei a proposta para ele.”

Oscar 2014: U2 faz homenagem a Nelson Mandela com versão acústica de “Ordinary Love”.

Enquanto Bono ajudava Carney a moldar a história do filme, o diretor notou que o cantar não estava exatamente se baseando nas próprias experiências de fundar o U2 ainda no colegial. Mesmo assim, Carney aproveitou a adição de Bono à história, que ele acredita que não vem somente do amor ao filme, mas da história da sua própria carreira musical. “Acho que muitos músicos sabem contar uma história, porque um show é uma história, um álbum é uma história, e a maioria das pessoas que compõem álbuns têm um senso de estrutura narrativa”, diz Carney. “Ele assiste a filmes com atenção. Ele contribuiu com uma cena forte de abertura e desenvolvimento de personagem. Ele é um cara que conhece seus filmes.”

Carta de gravadora rejeitando U2 cai na internet – quem está rindo agora?

Carney explicou que Bono e The Edge não aparecerão no filme, mas devem ocupar um cargo oficial como produtor executivo musical e rascunhar duas ou três faixas para o filme. O U2 não é novato no mundo do cinema: a banda conseguiu sua segunda indicação ao Oscar de Melhor Canção Original por "Ordinary Love”, do filme Mandela - O Caminho Para a Liberdade.