"Axl Rose é fenomenal", diz Slash

Guitarrista elogia ex-colega de Guns N' Roses e Chinese Democracy, último disco da banda, em entrevista a jornal norte-americano

Da redação Publicado em 06/04/2010, às 13h57

Slash elogiou Axl Rose, seu ex-companheiro de Guns N' Roses, e Chinese Democracy, último disco da banda, lançado em 2008.

O guitarrista deixou o grupo em 1996 e alegou ter recusado enormes quantias em dinheiro para se reunir com o vocalista, mas não poupou elogios ao músico durante entrevista ao jornal New York Post."Exatamente o que eu esperava pelos últimos anos em que trabalhamos juntos, e vendo como ele estava musicalmente. É um trabalho pesado, obscuro e depressivo", disse. "Axl é fenomenal."

Quando novamente questionado se poderia haver uma reconciliação com Axl Rose - os dois não se falam desde a época em que o guitarrista deixou a banda -, Slash respondeu que fica retraído em relação a isso "porque sei que ele me odeia com veemência". Mas, completou: "Se nós formos atrás um dos outro e tudo isso passar por um segundo, tenho certeza que nós poderíamos ter uma conversa interessante".

Carreira solo

O álbum autointitulado do guitarrista já está disponível (nas versões comum, digital, vinil, deluxe e especial limitada) para venda em seu site oficial e, recentemente, foi liberado para audição no site Aol.com. O CD chega às lojas, nos EUA, a partir do dia 17 de abril.

Produzido por Eric Valentine, o disco conta com a participação de músicos como Andrew Stockdale (Wolfmother), Ian Astbury (The Cult), Dave Grohl e Duff McKagan, Fergie (Black Eyed Peas), Chris Cornell (Soundgarden), Kid Rock, Lemmy Kilmister (Motorhead), Adam Levine (Maroon 5), Ozzy Osbourne, Iggy Pop, entre outros.

Assista abaixo ao vídeo de divulgação do álbum de Slash: