Ulrich, de Dark, sempre soube o que aconteceria com ele? Pista na série indica que sim

O personagem apresentou uma frase-assinatura bastante escancarada em significado

Redação Publicado em 26/07/2020, às 12h00

None
Ulrich em Dark (Foto: Divulgação / Netflix)

[Contém Spoilers de Dark]

Se tem algo que é preciso entender em Dark, série da Netflix, provavelmente é: passado, presente e futuro são conectados. No mundo do protagonistaJonas, mais de 100 anos de história formam um ciclo temporal onde tudo acontece simplesmente porque aconteceu antes. Algumas pessoas desse mundo, os viajantes, conhecem alguns segredos do passado e do futuro. Outras apenas existem por lá, sem desconfiar da influência paradoxal.

Ulrich é uma dessas pessoas um pouco sem noção de nada. Um pouco, pelo menos, pois embora não controle, eventualmente  entende o jogo da viagem no tempo. Já adulto, perde o filho Mikkel - para descobrir o garoto durante os anos 1980, vítima de um loop de tempo. O pai vai ao passado tentar resgatar o pequeno - mas acaba preso e fica no passado até a velhice.

+++ LEIA MAIS: Como Dark 3 encaixou cada grão de areia de uma ampulheta temporal - e criou ficção científica quase perfeita [REVIEW]

Ulrich não sabia que nada disso aconteceria. Afinal, preso nos anos 1950, não só não se reuniu ao filho, que encontrava-se 33 anos no futuro, como não pode voltar para o restante da família, em 2019.  Perdeu todo o resto da vida num manicômio. Mas… e se ele, na verdade, soubesse - ou imaginasse que nunca voltaria para o futuro?

Mesmo se o personagem não soubesse explicitamente, todos que assistiam tiveram uma boa dica do que aconteceria. Estava escancarado e pouco implícito: A frase assinatura de Ulrich, quando adolescente, era “no future” - ou “sem futuro”. Não é ironia ele viver todo o futuro dele no passado, antes mesmo dele nascer. Foi algo pensado e apresentado… Mas quase ninguém percebeu.

+++ LEIA MAIS: Dark mostra testes de elenco - e inclui Adam irreconhecível sem maquiagem

Vale notar, também, que a frase aparece antes da viagem de Ulrich em âmbito pessoal. O menino usa-a na jaqueta e no quarto. Mas, eventualmente, aparece também pichada no chão na frente da escola. Uma indicação que aquele mundo inteiro estava fadado a desaparecer, assim como todas as crianças dentro daquela escola?

Essa não foi, inclusive, a única indicação do final da série, ou do destino dos personagens, mostradas bem antes na série - mas sem significado claro ainda. Jonas e Martha, logo no começo avisam que não deviam estar ali: sentiam-se como erros na Matrix. Descobrimos que são exatamente isso, resquícios indesejados de um experimento que deu errado.

+++ LEIA MAIS: Dark: explicamos o final (confuso?) da série da Netflix sobre viagens no tempo e universos paralelos

No geral, Dark é ótima em esconder mensagens secretas. Um pouco de atenção te revela se a pessoa faz ou não parte do sic mundos na primeira olhada, ou a repetição sutil de cenas podem ajudar a entender o que aconteceria bem antes- ou mesmo adicionar graça à história.

+++ FREJAT: O DESAFIO É FAZER AS PESSOAS SABEREM QUE O DISCO EXISTE