A última e emocional entrevista de Johnny Cash: ‘Não deixe ninguém dizer o que fazer’; assista

No vídeo, o artista também apresenta uma versão de "Hurt", do Nine Inch Nails

Redação Publicado em 20/02/2020, às 10h55

None
Johnny Cash (Foto: Cortesia de Jim Marshall e Reel Art Press)

Johnny Cash se eternizou na indústria musical ao incorporar o espírito do rock and roll antes que o gênero se consagrasse. Considerado um dos músicos mais influentes do século XX, Cash encontrou o equilíbrio entre os públicos de diferentes gerações e décadas depois ainda reverbera entre os mais jovens.

+++ LEIA MAIS: 16 anos sem Johnny Cash; as 16 músicas essenciais do Homem de Preto

Poucas semanas antes da morte do artista, ele voltou a ser o centro das atenções ao cantar "Hurt", do Nine Inch Nails, e participar de uma entrevista comovente. A faixa já ganhou várias versões de artistas notáveis, mas depois que Johnny Cash a cantou em 2003, ninguém mais se atreveu a tocá-la. 

+++ LEIA MAIS: Johnny Cash: cinco coisas que você provavelmente não sabe sobre o clássico "Folsom Prison Blues"

Naquele momento, ao interpretar a canção de forma única, Cash se despediu de um dos trabalhos mais honestos e autênticos. O registro apresenta o astro do rock contemplando as complexidades da mortalidade enquanto compartilhava com o público o próprio legado: a música. No vídeo, indicado ao MTV Video Music Awards em 2003, Cash é como um livro aberto e descreve o trabalho com Rick Rubin na American Recordings como um dos melhores projetos que já fez.

+++ LEIA MAIS: Artista country iguala recorde de Johnny Cash que durava 60 anos

Assista ao vídeo abaixo: 


+++ SESSION ROLLING STONE: RUBEL TOCA MANTRA