Últimas temporadas de Glee devem se passar apenas em Nova York

Série terá rumo alterado após a morte do protagonista Cory Monteith

Rolling Stone EUA Publicado em 31/10/2013, às 11h57 - Atualizado às 12h05

Glee - Lea Michele
Reprodução

Fox está prestes a fazer uma mudança importante na popular série Glee. A emissora negocia com os criadores Ryan Murphy, Brad Falchuk e Ian Brennan um rearranjo na atração, que deve agora se passar permanentemente em Nova York.

As performances mais memoráveis de Cory Monteith em Glee.

De acordo com o site TVLine, a série pode fazer a troca ainda durante a quarta temporada, embora a produção deva permanecer em Hollywood. A história de Glee atualmente se divide em duas cidades – Lima, em Ohio, onde fica a McKinley High School, e Nova York, onde moram atualmente os personagens Rachel (Lea Michele), Kurt (Chris Colfer) e Santana (Naya Rivera).

Alterar o foco para a Big Apple poderia mudar o tom da série, o que seria bem-vindo: Glee está em momento de mudanças depois da morte do protagonista Cory Monteith em julho. Murphy falou em entrevista ao TVLine neste mês como os redatores sofreram criativamente com a notícia. De qualquer forma, ele mostrou otimismo durante uma coletiva de imprensa em Los Angeles.

“Eu tenho uma boa ideia”, disse, sobre o final de Glee. “Vou falar ao estúdio e à emissora como, depois da infeliz passagem de Cory, podemos terminar a série de modo muito satisfatório. E meio que em homenagem a ele, o que eu amo.”

“O último ano da série foi feito ao redor da história de Rachel e Cory/Finn”, continuou Murphy, em referência à personagem de Lea Michele, Rachel Berry. “Sempre soube disso, sempre soube como terminaríamos. Eu sabia o que o final seria, e ele estava nele. Eu sabia qual era a última fala – ela dizia para ele. Então como algo trágico assim acontece, você tem que parar e pensar o que quer fazer, e estamos entendendo isto agora.”