Ultraje a Rigor explora hits e diverte os participantes da Rolling Stone Music & Run em SP

Evento realizado pela Rolling Stone Brasil aconteceu no último sábado, 7, nas proximidades do Memorial da América Latina e na Arena Rolling Stone

Redação Publicado em 08/11/2015, às 01h40 - Atualizado em 30/11/2015, às 19h37

O vocalista Roger Moreira à frente do Ultraje a Rigor, atração principal da noite

Ver Galeria
(31 imagens)

Foi realizada neste sábado, 7 de novembro, nas proximidades do Memorial da América Latina, na Barra Funda, mais uma edição de sucesso da Rolling Stone Music & Run. O evento, organizado pela Rolling Stone Brasil, reuniu cerca de 7 mil atletas – que puderam optar por percursos de 5 km ou 10 km –, para praticar a corrida de rua ao som de rock e, ainda, desfrutar de apresentações exclusivas das bandas Hey Jude e Ultraje a Rigor.

Relembre como foi a segunda edição da Rolling Stone Music & Run.

Iniciando as atividades da Rolling Stone Music & Run, às 20h30, o grupo Hey Jude agitou os atletas que se preparavam para a prova. O grupo, que faz um espetáculo que presta homenagem aos Beatles, lembrou sucessos do início da carreira do quarteto de Liverpool, apostando em canções conhecidas por todos. O set começou com “She Loves You”, passando por “Please Please Me” e “From Me To You”. Em entrevista no camarim, momentos antes de subir ao palco, os integrantes do Hey Jude definiram a proposta do grupo como "uma grande responsabilidade", já que carregam o legado de um dos maiores nomes do mundo.

Relembre como foi a primeira edição do Rolling Stone Music & Run.

A banda, caracterizada como os Beatles no início da carreira (com roupas, cabelos, tudo igual) e falando inglês britânico, ainda tocou sucessos como “A Hard Day’s Night”, “Help!”, “I Want To Hold Your Hand” e “Day Tripper”. O grupo finalizou o show por volta das 21h30, com “Long Tall Sally”. Nada melhor do que cantar alguns dos hits mais conhecidos da história da música para esquentar para o que viria a seguir.

Logo após o fim da apresentação, o professor Thiago Miranda comandou o aquecimento e alongamento coletivo para a corrida. Miranda explicou que o aquecimento pode ser feito de 30 a 20 minutos antes da prova, com o intuito de oxigenar a musculatura antes do grande desafio físico. "Atletas profissionais, em alguns casos, começam o aquecimento cerca de uma hora antes", contou o professor, que comandou o já tradicional momento pré-corrida.

Galeria: as 100 primeiras edições publicadas pela Rolling Stone Brasil.

Às 22h foi dada a largada, e apesar de uma fina chuva, os atletas não se desanimaram, mantendo ritmo intenso por todo o percurso, que passou por ruas da Barra Funda, bairro localizado na zona oeste da capital paulista. A prova masculina foi vencida por José Rodrigues dos Santos, com o tempo de 31"05', seguido por Elionay Ferreira Correia, marcando 31"50', e Leonardo Santana de Olinda, com 32"30'.

Na prova feminina, a campeã foi Joice Pereira dos Santos, com a marca de 38"30', seguida por Walqiria Milaine Martins e Flávia Akemi Terada. Para Elionay Correira, "o horário da corrida colaborou com um bom rendimentos, pois o clima ameno é menos desgastante", conforme argumentou o atleta.

Ao fim da prova, os corredores foram recebidos na Arena Rolling Stone com um show da banda Ultraje a Rigor que, com toda a sua irreverência, fez com que a noite fria em São Paulo terminasse em clima de festa. Capitaneado pelo vocalista Roger Moreira, o Ultraje abriu o show com “Terceiro”, um dos sucessos da banda, lançado em 1987. Os roqueiros então seguiram com "Zoraide", tocando ainda covers de Ramones e Black Sabbath, além de terem explorado faixas instrumentais, algo que tem sido feito recentemente pelo grupo.

A banda seguiu com canções que fazem parte do repertório permanente do rock brasileiro, como “Ah, Se Eu Fosse Homem”, “Filho da Puta” e, claro, “Inútil”. O Ultraje ainda arrancou gritos da plateia com “Ciúme”, “Eu Gosto de Mulher”, “Pelado” e “Rebelde Sem Causa”. Por fim, se despediu (momentaneamente) com aquele é que é o maior sucesso da banda, “Nós Vamos Invadir Sua Praia”. A faixa dá o nome ao primeiro álbum da banda, que completa 30 anos de lançamento em 2015. Após a convocação do público, a banda retornou ao palco para cantar a bem humorada "Marylou", encerrando de vez a noite de suor e rock and roll com o clássico "Johnny B. Goode".