Depois de criticá-lo, Miley Cyrus voltará ao hip-hop

Segundo a cantora, seu próximo álbum terá músicas que devem agradar a quem gosta de hip-hop, pop alternativo e rock moderno e clássico

Redação Publicado em 12/12/2018, às 08h08

None
Miley Cyrus (Foto:AP)

Há pouco mais de um ano, Miley Cyrus deu uma entrevista à Billboard dizendo que se distanciaria da sonoridade hip-hop pois estava de saco cheio do rap e de rappers cantando sobre Lamborghinis e sexo oral. “Eu não sou isso”, declarou. Em seguida, ela buscou se aventurar em uma área musical mais lucrativa, digamos assim. 17 meses depois, a cantora prepara seu próximo disco e também sua volta ao som calcado no rap.

Em uma entrevista recente à radio 95.5 PLJ, Miley contou que está trabalhando novamente com o produtor Mike Will Made-It (responsável pelo disco Bangerz, de 2013), e que as músicas encabeçadas por ele “vão para um lado mais hip-hop”, enquanto as faixas produzidas por Andrew Wyatt “pendem mais para o pop/alternativo” e as feitas em parceria com Mark Ronson (como o single “Nothing Breaks Like a Heart”) puxam para o rock clássico/moderno.

Esse retorno ao gênero não é uma grande surpresa. A resposta dos fãs ao disco Younger Now, que resgatou uma pegada country, foi, no mínimo, enfadonha. Bangerz atingiu a marca de triplo-platino, enquanto Younger Now sequer chegou a ganhar um disco de ouro.

Músicas da Miley inspiradas no hip-hop não é exatamente algo que o mundo necessita nesse momento, mas a história evidencia que, no mínimo, isso vende bastante.