Uma das cenas mais importantes de Game of Thrones foi arruinada por cavalo 'animado' demais

Durante as filmagens de piloto, um cavalo teimoso - e "animado" acabou mudando parte importante da história

Redação Publicado em 21/09/2020, às 13h32

None
Jason Momoa como Khal Drogo em Game of Thrones (Foto: Reprodução)

Quando você filma uma série, pode controlar os atores - mas nunca os animais. A equipe de produção de Game of Thrones aprendeu isso de primeira: a gravação do piloto precisou ser alterada duas vezes por causa de uma égua teimoso, conta James Hibberd, editor da EW, no livro que escreveu sobre os bastidores da série.

George R. R. Martin, criador dos livros, acompanhou de perto as filmagens do primeiro episódio - inclusive o que precisou ser alterado em relação ao livro. Para Hibberd, relembrou como, no piloto, Daenerys era interpretada por Tamzin MerchantEmilia Clarke entrou depois) e a relação dela com Khal Drogo (Jason Momoa) era completamente diferente - amigável desde o princípio. Mas isso foi arruinado pelo animal.

+++ LEIA MAIS: The Witcher e Umbrella Academy sacaneiam Game of Thrones por erro do copo de café nas gravações

Na versão original de Game of Thrones, Khal Drogo dá uma égua linda para Daenerys Targaryen como presente de casamento. Ela monta na potranca branca, e cavalga para longe. Todos acham que ela vai fugir, mas a personagem faz o animal saltar por uma fogueira e volta, deixando o recém-marido bastante impressionado.

“Tentamos filmar essa cena. Tínhamos um cavaleiro dublê de primeira e um cavalo de primeira, uma potranca de prata, mas ela não pulava a fogueira. Chegou perto e então disse: 'Tem fogo aí!' e virou para o outro lado. Tentamos filmar meia dúzia de maneiras diferentes.”

+++LEIA MAIS: Cabeleireira Leila, meme brasileiro, aparece em cena de The Boys; veja

Tom McCarthy, diretor, tentou apagar o fogo (fariam ele por computador, depois). Mas, mesmo assim, a égua não queria saber: não pulou, pois lembrava do fogo no local. “Então,” relatou Martin, “tiveram que descartar aquela sequência, o que foi lamentável, pois foi um momento de união entre Dany eKhal Drogo.”

Essa nem foi a maior mudança do piloto. A cena na qual Daenerys e Khal Drogo fazem sexo pela primeira vez, na versão gravada com Emilia Clarke, é um estupro. É bem diferente do livro - e a versão original era mais próxima à este: “A cena que filmamos com Tamzin Merchant é uma sedução. Dany e Drogo não falam a mesma língua. Dany está um pouco assustada, mas também um pouco animada e Drogo está sendo mais atencioso. As únicas palavras que ele conhece são 'sim' ou 'não'. Originalmente, era uma versão bastante fiel.”

+++ LEIA MAIS: Jason Momoa detona Warner por Liga da Justiça e comportamento abusivo no set de filmagem: ‘Essa m***a tem que parar’

Esta, também, foi arruinada por um animal - mas de modo bem mais constrangedor: “Estávamos perto deste pequeno riacho. Eles amarraram os cavalos às árvores e há uma cena de sedução perto do riacho. Jason Momoa e Tamzin estão nus e 'transando'. E de repente o cameraman começa a rir. A potranca de prata não era uma potranca. Era um alazão. E estava ficando visivelmente animado ao observar esses dois humanos. Tem este cavalo no fundo com este enorme pênis de cavalo. Então, isso também não correu bem.”


+++ JOÃO GORDO: 'O QUE ESTÁ ACONTECENDO HOJE NO BRASIL É COMPLETAMENTE SURREAL' | ROLLING STONE