Urso de 22 mil anos atrás é desenterrado em perfeito estado na Rússia

A descoberta foi feita por pastores de renas, e pesquisadores dizem se tratar de algo “sem precedentes”

Redação Publicado em 17/09/2020, às 20h31

None
Urso da idade do gelo (Foto: North-Eastern Federal University)

Pastores de renas encontraram na Rússia restos perfeitamente preservados de um urso da idade do gelo, de mais de 22 mil anos. Segundo o UOL, as informações foram divulgadas pela NEFU (Universidade Federal do Nordeste da Rússia) na última segunda, 14.

+++LEIA MAIS: Cobra venenosa é nomeada em homenagem a James Hetfield, líder do Metallica

O animal está com dentes e nariz intactos, e os pesquisadores acreditam que ele seja uma espécie de urso-pardo que viveu de 22 mil a 39, 5 mil anos atrás. Os cientistas da NEFU explicaram se tratar de uma descoberta sem precedentes. 

Lena Grigorieva, pesquisadora de paleontologia da NEFU disse à BBC que o urso "foi a primeira e única descoberta desse tipo" recuperada inteira com "tecido mole". Ela disse: "Ele está completamente preservado, com todos os órgãos internos no lugar, até o nariz".

Urso encontrado na Rússia (Foto: North-Eastern Federal University)


+++LEIA MAIS: Nova espécie de cobra é batizada em homenagem a Harry Potter na Índia

Anteriormente, segundo a cientista, “apenas crânios e ossos haviam sido encontrados. Esta descoberta é de grande importância para todo o mundo”. O comunicado da universidade também contou com a fala de Maxim Cheprasov, que disse ser “necessário fazer uma análise de radiocarbono para determinar a idade precisa do urso”.


+++ JOÃO GORDO: 'O QUE ESTÁ ACONTECENDO HOJE NO BRASIL É COMPLETAMENTE SURREAL' | ROLLING STONE