Vacina chinesa teve efeitos colaterais em 3% dos voluntários brasileiros, diz governo de São Paulo

O Secretário Estadual da Saúde do Estado de São Paulo relatou que "não houve nenhuma reação colateral grave"

Redação Publicado em 28/08/2020, às 12h51

None
Coronavírus (Foto: CC0 / TMaxImumge)

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, os primeiros testes clínicos da vacina chinesa contra o novo coronavírus no Brasil mostraram que, até o momento, somente 3% dos voluntários relataram efeitos colaterais após a aplicação - e nada muito preocupante.

+++LEIA MAIS: Flávio Bolsonaro testa positivo para o novo coronavírus

O Secretário Estadual da Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse que "não houve nenhuma reação colateral grave". Além disso, os poucos voluntários que manifestaram algum tipo de efeito adverso decorrente da vacina sentiram apenas dor no local da picada.

Ainda de acordo com Mônica Bergamo, a vacina da farmacêutica chinesa Sinovac está sendo testada em 9 mil voluntários em seis estados brasileiros.

+++LEIA MAIS: Não existe cenário que ir ao cinema seja ‘seguro’, revelam cientistas

Vale lembrar, também, que os estudos estão sendo feitos em parceria com o Instituto Butantan.

 

 


+++ XAMÃ: MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO, DE NIRVANA A TUPAC