Van Damme revela que entrou para ‘lista de indesejados’ e foi rejeitado por Hollywood: entenda o motivo

O ator foi um dos grandes astros de filmes de ação dos anos 1980, mas depois subitamente desapareceu dos projetos

Redação Publicado em 08/06/2020, às 07h59

None
Jean-Claude Van Damme em O Grande Dragão Branco (foto: reprodução/ MGM)

Jean-Claude Van Damme foi um dos grandes nomes dos filmes de ação e artes marciais dos anos 1980 e 1990, porém, ao invés de colegas como Arnold Schwarzenegger ou Sylvester Stallone, que se mantiveram em evidência para as gerações atuais, o ator parece ter sumido repentinamente das grandes produções.

O ator belga de 59 anos disse várias vezes que preferia uma vida mais tranquila e longe dos holofotes, mas seria isso o único motivo para a saída dele de Hollywood? 

+++LEIA MAIS: Jean-Claude Van Damme “estava cheiradaço“ nas filmagens de Street Fighter, revela diretor

Van Damme protagonizou filmes bem rentáveis nos tempos dourados dele. Lançou-se no nicho de artes marciais com O Grande Dragão Branco (1988) e Kickboxer- O Desafio do Dragão (1989), mas também esteve em Soldado Universal(1992) e Street Fighter (1994), uma das primeiras adaptações de games para o cinema.

Mesmo assim, o ator não se consolidou de forma duradoura e, segundo uma entrevista dada por ele ao jornal The Guardian, isso aconteceu porque ele foi colocado em uma 'lista de indesejados' de Hollywood.

+++LEIA MAIS: Filme de Jean-Claude Van Damme O Grande Dragão Branco ganhará remake ambientado no Rio de Janeiro

Van Damme afirmou que os grandes estúdios de Hollywood se recusaram a contratá-lo após ele pedir para receber o mesmo que estrelas como Jim Carrey. O ator afirmou que declinou de vários convites importantes de um grande estúdio para esperar por uma oportunidade melhor - que nunca chegou.

Apesar de ter sido supostamente descartado pela indústria, Jean-Claude Van Damme não foi de todo esquecido pelos fãs, o que o fez estrelar produções como OsMercenários 2 (2012), virar meme na internet com participações no programa Saturday Night Live e fazer JCVD (2008), filme que satiriza a própria vida do ator e que foi muito elogiado pela crítica. 


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE