Van Gogh, Salvador Dalí e outros artistas são transformados em jogadores de futebol

Fabrizio Pupazzaro transforma artistas em jogadores e jogadores em governantes

Redação Publicado em 15/04/2019, às 18h26

None
Van Gogh seria um bom goleiro? Fabrizio Pupazzaro acha que sim (Foto: Reprodução / Twitter)

Frabrizio Birimbelli, o Pupazzaro, é um técnico de informática um uma paixão inusitada: transformar artistas e políticos em jogadores de futebol, e jogadores de futebol em governantes.

O pintor faz telas e imagens digitais com suas pinturas, e ganhou prestígio na Europa. No último ano, o artista foi convidado para estrelar uma exposição durante a Copa do Mundo no Museu da Academia de São Petersburgo, Rússia, com mais de 40 obras.

Na Rússia, a exposição era de jogadores de futebol em fardas militares. Entre outros, ele pintou MaradonaMessi, RossiDavid Luiz e Alisson - que apareceu com um copo de chimarrão na mão e a legenda “protetor do Brasil”.

Seu novo projeto é o contrário: desenhar grandes personalidades das artes e ciências do mundo como jogadores de futebol de suas nações. Cada uma das personalidades mais marcantes do personagem é destacada, e isso ajuda Pupazzaro a “colocá-los em campo”.

Por enquanto, vimos “Leonardo Da Vince, gênio do meio de campo”, “Vincent ‘não consigo ouvir vocês’ Van Gogh, futebol revolucionário”, “Salvador ‘o louco’ Dalí’, atacante”, “Frida ‘a visão’ Kahlo”, e vários outros.

O pintor é italiano, de Roma, e começou seus trabalhos por lá.  "Os primeiros jogadores que usei como modelos foram os da seleção de Roma”, disse Pupazzaro ao Portale il Romanista. “Em 2016 os meus desenhos [foram expostos em um museu romano], e tive o prazer de conhecer muitos dos meus ídolos e aí fiz seus retratos. Foi fantástico. Eu torço para Roma desde que meu pai me levou para ver meu primeiro jogo: Roma vs Udinese, terminou em 1 a 1”, relembrou.

Você pode ver todos os trabalhos de Pupazzaro através do Facebook e Instagram do artista. Veja algumas obras: