Venom, spin-off de Homem-Aranha, ganha novo roteirista

Gary Ross, já recrutado para Homem-Aranha 4, vai reescrever e, possivelmente, dirigir filme baseado no vilão

Da redação Publicado em 08/10/2009, às 13h05

None

O nome de Gary Ross cresce na franquia Homem-Aranha: já convocado para reescrever o quarto filme sobre o jovem nerd que adquire poderes de super-herói após ser picado por uma aranha, o roteirista assumiu o roteiro de Venom, o filme solo do vilão interpretado por Topher Grace (o Eric de That 70's Show) no terceiro volume da franquia.

Especulada desde 2008, a produção renova fôlego com o recrutamento de Ross, que deverá assumir, ainda, a direção do projeto. A informação é do site da revista Variety.

Sabe-se que, no mês passado, Rhett Reese e Paul Wernick (dupla por trás de Zombieland) entregaram duas propostas de roteiro para Venom, cuja estreia não deverá se antecipar a, pelo menos, 2012 (ano seguinte à previsão de estreia para Homem-Aranha 4).

Ross dirigiu e roteirizou Seabiscuit - Alma de Herói e Pleasentville - A Vida em Preto & Branco, ambos estrelados por Tobey Maguire, intérprete do alter-ego heroico de Peter Parker. Conforme noticiado em junho, ele voltará a dirigir o ator, dessa vez em Tokyo Suckerpunch, filme sobre escritor de quadrinhos que confunde ficção e realidade. Isso se a fila andar para os projetos de Maguire: segundo o portal especializado em cinema IMDB, ele está associado a quase 20 novas produções.

Como retratado em Homem-Aranha 3, o vilão da HQ da Marvel é uma espécie de parasita alienígena, que se acopla a Parker e, depois, ao rival no fotojornalismo Eddie Brock, vivido por Grace (que, por sinal, irá estrelar em um rebooth de O Predador, outro título ligado a extraterrestres pouco amigáveis).

O projeto está sendo tocado pela Columbia Pictures. Sim, a Marvel foi comprada pela Disney, mas o estúdio detém direitos sobre a franquia Homem-Aranha - o que inclui todos os personagens dela derivados.

O roteiro inicial de Homem-Aranha 4 estava a cargo de James Vanderbilt, mas Ross foi chamado para dar novo tratamento à história. Vanderbilt, agora, está associado a quinvta e sexta parte da saga, que devem fabular histórias interligadas - o profissional planejava fazer o elo entre o quarto e quinto Homem-Aranha, mas teria batido de frente com Sam Raimi, diretor da trilogia inicial. Motivo: ninguém poderia garantir que a equipe estaria de volta para a quinta rodada da série.