Vento Festival 2015: poesia e rock de primeira marcam shows de Lira e O Terno

Também se apresentaram os artistas locais Norma Nascimento e o trio Singapura

Luciana Rabassallo Publicado em 18/07/2015, às 17h36 - Atualizado às 18h37

A banda O Terno faz show no Vento Festival
Anderson Carvalho

O grupo paulistano O Terno e o músico pernambucano Lira foram os grandes destaques da noite de sexta-feira, 17, no Vento Festival, evento gratuito que acontece em Ilhabela, cidade localizada no litoral norte de São Paulo. Também se apresentaram os artistas locais Norma Nascimento e o trio Singapura.

Com shows de Tulipa Ruiz, Céu e O Terno, primeira edição do Vento Festival acontece de forma gratuita em Ilhabela.

Formado por Gabriel Basile (bateria), Guilherme D'Almeida (baixo) e Tim Bernardes (guitarra/vocal), O Terno tempera com graça um rock and roll estilo anos 1960 de muita qualidade. No repertório do show estavam as bem-humoradas "Zé, Assassino Compulsivo" e “Papa Francisco Perdoa”, parceria com Tom Zé, gênio divertido da música brasileira. 

O público, que em grande parte aparentava não conhecer o trio, foi aos poucos conquistado pelo carisma de Tim. O ponto alto ficou por conta de canções como “Eu Confesso”, “Ai, Ai, Como eu me Iludo” e “Eu Vou Ter Saudades”, faixas do segundo e mais recente disco deles, o homônimo O Terno, de 2014, e “66” e “Eu Não Preciso de Ninguém”, de 66 (2012).

Vento Festival 2015: Tulipa Ruiz promove baile à beira-mar com o groove de Dancê.

Após os simpáticos rapazes se despedirem do plateia, quem entrou em cena foi Lira. O músico divulgou, durante a apresentação, o clipe da canção "Nuvem", integralmente rodado em Ilhabela. O vídeo traz cenas com o campeão de kitesurf Cícero Ferreira da Silva. A faixa faz parte do disco O Labirinto e o Desmantelo, segundo registro solo do ex-líder da banda Cordel do Fogo Encantado, que chegou às lojas em maio.

O projeto de iluminação da apresentação é um espetáculo à parte. Com todos os membros da banda vestidos com a cor preta, lanternas estrategicamente posicionadas dão um tom gótico ao show. Além das canções do álbum recém-lançado, houve espaço para os hits "Os Oim Do Meu Amor", de Cordel do Fogo Encantado (2001), e "Morte e Vida Stanley", de Transfiguração (2006). O público, que tinha as duas canções da ponta da língua, entrou em êxtase com o poema "Ai se Sesse".

Vento Festival 2015: Tulipa Ruiz promove baile à beira-mar com o groove de Dancê.

Na noite deste sábado, 18, a Vila da Ilha novamente será o palco para shows de atrações que vão do tropicalismo ao rock. Entre os convidados está a cantora Céu, que levará ao litoral de São Paulo a turnê do DVD Céu - Ao Vivo. O registro, lançado em dezembro de 2014, celebra os dez anos de carreira da artista e tem repertório baseado nos discos CéU (2005), Vagarosa (2009) e Caravana Sereia Bloom (2010), além de versões para “Mil e Uma Noites de Amor”, de Pepeu Gomes, e “Piel Canela”, de Bobby Capo. Também se apresentam a banda Holger e Saulo Duarte e a Unidade.

Vento Festival em Ilhabela

Praça das Bandeiras – Centro (Vila) IlhaBela - SP

Dias 16, 17 e 18 - às 19h

Dia 19 - às 15h

Programação:

18 de Julho – Sábado

20h – Holger

21h – DJ Mataga e Dip

21h30 – Saulo Duarte e a Unidade

22h30 – DJ Mataga e Dip

23h – Céu

00h20 – DJ Mataga e Dip

19 de julho - Domingo

15h – Fidura

16h – DJ Phill

16h30 – Piratas da Ilha

17h30 – DJ Phill

18h – Guizado

19h10 – DJ Phill

19h30 - Inky