A vez em que Batman foi forçado a trabalhar com o assassino dos pais dele

O início da carreira de Bruce Wayne não foi fácil

Redação Publicado em 26/11/2020, às 14h43

None
Batman em Year Two (Foto: Reprodução/DC)

Em uma história dos quadrinhos, Batmanfoi forçado a se juntar a Joe Chill, o homem que matou os pais dele, de modo a impedir um vilão que aterrorizava Gotham. As informações são do Screenrant.

+++ LEIA MAIS: Como roupa de Mulher Gato de The Batman se conecta à versão de 1992?

Em Year Two, publicada pela primeira vez em 1987, pelo escritor Mike Barr e os artistas Alan Davis e Todd McFarlane, o temível Reaper está perseguindo o submundo de Gotham City e o Homem Morcego precisa resolver. 

Como o nome da HQ indica, a história apresenta o início da carreira do herói. Gotham precisa lidar com Reaper, que retorna à cidade para travar uma guerra. Batman está tão desesperado para pará-lo que sugere uma trégua com as famílias criminosas de Gotham.

+++ LEIA MAIS: HQ do Homem-Aranha escrita por inteligência artificial é… insana

Todos concordam, mas forçam o jovem herói se unir com a última pessoa com quem ele gostaria de trabalhar: Joe Chill - o homem que matou os pais de Bruce Wayne a tiros, na frente dele. 

Batman fica compreensivelmente horrorizado com a ideia, e os dois nunca encontram um ritmo juntos. A raiva de Bruce é demais, e a atitude agressiva de Chill não ajuda a situação. Os eventos chegam ao ápice quando o herói revela a verdade para o assassino, bem a tempo de Reaper matá-lo, roubando Bruce o momento de justiça dele.

+++LEIA MAIS: Novo Batman surge em Gotham após Bruce Wayne morrer em HQ


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ FROID: 'QUERO CHEGAR A UM NÍVEL POPULAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL