A vez que John Lennon escreveu e gravou ‘Instant Karma!’ - tudo no mesmo dia

A faixa creditada a Lennon/Plastic Ono Band foi criada em 26 de janeiro de 1970

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 26/01/2021, às 13h41

None
John Lennon (Foto: AP)

John Lennon deu uma prévia do futuro longe dos Beatles em janeiro de 1970, quando compôs “Instant Karma! (We All Shine On)”. Em apenas um dia, o cantor escreveu e gravou a música, que representaria a habilidade de composição individual de Lennon.

+++LEIA MAIS: Por que John Lennon retornou medalha de honra para rainha da Inglaterra anos depois de recebê-la?

Na manhã do dia 26 de janeiro de 1970 (ou 27, dependendo da fonte), John Lennon se sentou ao piano e, usando acordes rudimentares, começou a tocar "Instant Karma! (We All Shine On)".

A epifania do músico aconteceu após ele e Yoko Ono voltarem de uma viagem de quase um mês à Dinamarca - período no qual o conceito de karma foi muito discutido por eles. Em cerca de uma hora ele terminou a música, que serve tanto de conselho quanto de aviso: "É melhor você ficar alerta, querida / Junte-se à raça humana".

+++LEIA MAIS: James Taylor diz que encontrou assassino de John Lennon um dia antes de sua morte

Por medo de esquecer a composição, Lennon tocou diversas vezes em casa, e resolveu gravá-la no mesmo dia. Em entrevista à Rolling Stone EUA em 1970, o músico disse: “Fui ao escritório e cantei várias vezes. Então eu disse: 'Caramba! Vamos lá', e reservamos o estúdio'”.

No período da tarde, o cantor já estava no icônico estúdio Abbey Road acompanhado por George Harrison, o tecladista Billy Preston, o baixista Klaus Voormann e Alan White (que se tornaria baterista do Yes). Após alguns ensaios, outro colaborador se juntou à gravação, como explicou Voormann à Rolling Stone EUA:

+++LEIA MAIS: John Lennon ganha selo comemorativo nos Correios de São Paulo; veja como conseguir

“Chegou esse cara baixinho, andando de um lado para o outro, era Phil Spector [produtor que trabalhou no disco Let It Be],” disse o baixista. O produtor e amigo de Lennon se juntou à ideia de terminar a gravação em um dia - e assim aconteceu. 

A forma que Lennon trabalhou em "Instant Karma!" serviu como uma prévia para a vida do músico afastado dos Beatles: com simplicidade e muito talento. Segundo Voormann, “havia uma simplicidade na forma com que ele fez a música, que não seria possível com os Beatles. Ele se sentiu mais livre que antes, e sempre teve vontade de externalizar as coisas o mais rápido possível. Ele achava que as vezes perdia esse sentimento.”

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ PÉRICLES | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL