Vídeo inédito de Lennon na justiça

Yoko Ono e empresa brigam por posse de vídeo em que o ex-Beatle fala sobre drogas e compõe canções

Da redação Publicado em 23/04/2008, às 10h16 - Atualizado às 12h17

Lennon: "Vamos jogar LSD no chá de Nixon?"
AP

Um processo judicial envolvendo Yoko Ono e a empresa World Wide Vídeo entra em julgamento na semana que vem, informou a agência de notícias Reuters. O motivo da briga é um conjunto de fitas que totalizam nove horas de gravação sobre a vida de Lennon e Yoko. Nas imagens, Lennon aparece fumando maconha, falando sobre drogas em geral, compondo e imaginando a possibilidade de jogar LSD no chá de Richard Nixon, então presidente dos Estados Unidos.

As imagens foram feitas em fevereiro de 1970, por Anthony Cox, ex-marido de Ono (a artista plástica se casou com Lennon em 1969) para a produção de um documentário, que acabou nunca saindo do papel. A World Wide Video afirma ter comprado as fitas do diretor por mais de R$1,65 milhão. Os empresários, colecionadores de objetos dos Beatles, pretendem lançar o documentário Três Dias na Vida, com cerca de duas horas de imagens editadas do material original.

O filme só não estreou em 2007 porque os advogados de Yoko afirmaram deter os direitos sobre o filme. A World Wide abriu um processo contra a artista, alegando violação de copyright. E a discussão não pára por aí. A companhia afirma que as fitas originais, mais dez cópias, foram roubadas em 2001. Nesse mesmo ano, abriu um processo contra um homem que, na época, afirmou que iria devolver as cópias e encontrar os originais. Hoje, os originais estão com Yoko, que diz os ter comprado de um representante da World Wide - o mesmo homem que é acusado no processo aberto pela empresa em 2001.