Vídeo do Queen no Live Aid mostra disputa de egos e rivalidade - nada como visto em Bohemian Rhapsody

Em entrevista, os músicos ingleses relevam conflitos na preparação para o maior show de suas carreiras

Redação Publicado em 07/08/2019, às 13h47

None
Queen (Foto: Legacy)

No filme Bohemian Rhapsody, o show beneficente do festival Live Aid é retratado, por meio de uma narrativa romantizada, como o clímax da reunião do Queen, novamente na ativa depois da comovente revelação da descoberta de que Freddie Mercury havia contraído o vírus HIV.

No entanto, segundo o jornal britânico Express, em uma entrevista filmada antes do grande show do Queen, de 1985, é possível assistir aos integrantes da banda expondo os conflitos entre eles. Quando questionados sobre egos e as rivalidades, o tom impessoal do ambiente se traduziu em respostas curtas.

"Oh não, sem ego algum...Isso vai ser hilário", diz Brian May por cima das risadas dos outros músicos.

"Totalmente, totalmente impossível. Isso vai ser caótico", completa Roger Taylor.

Então Freddie diz: "Eu acho que vai ser caótico, sim. Tem que ser. Quer dizer, somos todos crianças maravilhosamente comportadas, não somos? …Mas vai ser uma boa parte disso. Vai ter muito atrito e nós vamos tentar e ajudar uns aos outros, eu imagino."

Assista à entrevista completa no player abaixo (em inglês): 


Apesar do show, considerado o maior de suas carreiras, ser retratado fielmente na obra cinematográfica, Bohemian Rhapsody alterou diversos fatos para criar um enredo atraente, como por exemplo, a doença de Freddie, que só é descoberta dois anos depois do Live Aid.

Outra mudança feita foi sobre a separação da banda, que no filme fica anos sem contato até se reunirem para o evento beneficente. Na verdade, a banda estava em turnê um ano antes do show para promover seu álbum The Works, segundo matéria da BBC Brasil.

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019