Pulse

Vídeo: Tom DeLonge relembra primeira vez em que se ouviu no rádio, compôs com Blink-182 e ficou pelado no palco

Em entrevista para a Rolling Stone EUA, ex-Blink relembrou algumas de suas histórias na banda e contou detalhes de seu programa espacial

Jon Blistein e Patrick Doyle / Rolling Stone EUA Publicado em 01/07/2019, às 19h55

None
Bllink-182 em 2012 (Foto: AP)

Esta é uma cena que poderia ter saído diretamente de uma história sobre um agente secreto: um general militar e um civil se encontram na última mesa de um restaurante em um aeroporto para discutir informações ultrassecretas do governo. Na realidade, isso realmente aconteceu com o músico ficcionado por OVNIs Tom DeLonge, que relembrou seu primeiro encontro com um oficial do governo no último vídeo do “A Primeira Vez” para a Rolling Stone EUA. 

“O general me olhou nos olhos e disse: ‘foi na Guerra Fria e tudo que fizemos na época era pois a guerra nuclear podia começar a qualquer momento”, relembrou DeLonge. “E em algum lugar por ali começamos a falar do fenômeno dos OVNIs’, e lembro que quando ele disse isso, meu coração começou a bater loucamente no peito, e eu fiquei todo arrepiado. A conversa que aconteceu naquela mesa pela hora seguinte foi extraordinária, assustadora, e mudou minha vida.” 

+++ Como o programa espacial de Tom DeLonge ganhou a atenção do governo dos EUA 

Mesmo que DeLonge tenha devotado muito de seu tempo dos últimos anos estudando OVNIs, ele também falou sobre o período punk rock de seu passado. Ele relembrou como alimentou a ira de sua mãe quando ela entrou em seu quarto enquanto ele ouvia o primeiro disco que comprou na vida, Horse Bites Dog Cries, do D.I., que tinha uma música chamada “No Moms” (Sem Mães). Também contou sobre o que fez quando ouviu uma música sua no rádio pela primeira vez: “Eu peguei meu celular e liguei pra uma menina só para ter certeza que uma garota, em algum lugar por aí, sabia que eu estava no rádio.”

DeLonge também compartilhou algumas histórias antigas do Blink-182, incluindo a primeira vez em que ele e Mark Hoppus escreveram uma música juntos, e sua memória favorita da era em que a banda tinha uma queda por ficar pelada. Durante um show da Europa, Delonge e Hoppus assistiram, de cima do palco, um cara muito bêbado subindo no palco e sentar na bateria. 

+++ Blink-182 recorre à sua melhor época em novo single; ouça Happy Days 

“Não tinha nenhum segurança para ir lá e tirar ele do palco, então esse cara só subiu, sentou na bateria… Eu olhei para o Mark e disse ‘segurança pelado’”, disse DeLonge. “Eu não faço ideia do porque disse isso, mas o Mark sabia exatamente o que fazer: tirou toda a roupa dele, ficou totalmente pelado, subiu no palco, agarrou o braço do cara, apertou as mandíbulas e brigou: ‘você vem comigo.”

Assista a Tom DeLonge contando essas e outras de suas primeiras vezes:


+++ De Emicida a Beyoncé: Drik Barbosa escolhe os melhores de todos os tempos