Vince Gilligan dá detalhes de Better Call Saul, spin-off de Breaking Bad

Série terá uma hora de duração e vai se passar no mesmo mundo de Walter White

Rolling Stone EUA Publicado em 16/10/2013, às 15h52 - Atualizado às 16h00

Saul Goodman
Reprodução

Desde a conclusão triunfante de Breaking Bad, fãs buscam detalhes concretos do spin-off Better Call Saul, que narra a história do carismático advogado criminal Saul Goodman, interpretado por Bob Odenkirk, antes de seu encontro com o gênio da metanfetamina Walter White. Em nova entrevista à revista The Hollywood Reporter, o criador Vince Gilligan ofereceu algumas informações intrigantes sobre a nova atração, que tem ele à frente junto ao roteirista e diretor Peter Gould.

Galeria: as lições do final de Breaking Bad

“Tem um perigo óbvio e inerente em fazer um spin-off, mas eu simplesmente amo tanto o personagem Saul Goodman e parte de mim não quer dizer não a este mundo”, disse Gilligan.

Enquanto inicialmente ele e Gould planejavam a série como uma sitcom de meia-hora, agora estabeleceram o formato de uma hora, que permite utilizar o mesmo esplendor visual exibido em Breaking Bad. Na verdade eles planejam ambientar a atração nas mesmas localidades, e até esperam eventualmente participações de Bryan Cranston e Aaron Paul.

Galeria: relembre momentos decisivos de Breaking Bad.

“Nós dois somos caras de dramas de uma hora”, disse Gilligan. “então pensamos: ‘Por que não filmar Saul da mesma forma? Vamos filmar em Albuquerque. Vamos ter de volta o máximo possível, e vamos fazer isso da forma como fizemos antes e então será um pedaço de um universo ficcional pré-existente que tivemos tanta diversão em criar”.

O plano geral é reverter a proporção de comédia e drama que estava em Breaking Bad, e usar cerca de 75% de comédia e 25% de drama. Mas Gilligan admite que tiveram dificuldades em encontrar brechas na escuridão do programa, e o personagem de Odenkirk tem na sua faceta cômica a mais conhecida.

Veja imagens dos bastidores de Breaking Bad

Better Call Saul será exibido pela AMC, embora a emissora quase tenha perdido os direitos da série em disputa com Netflix e FX, entre outras. Enquanto isso, a CBS está indo adiante com os 13 episódios de Battle Creek, baseado em um roteiro antes rejeitado que Gilligan escreveu há dez anos. A série foi escrita, produzida e supervisionada pelo criador de House, David Shore.