Virada Cultural 2009

5ª edição do evento acontece neste final de semana, em São Paulo, com 800 atrações

Da redação Publicado em 01/05/2009, às 13h26

A Virada Cultural, em São Paulo, chega a sua quinta edição neste final de semana. Começando às 18h do sábado, 2, com o soar das sirenes do grupo francês Méchanique Vivant, em edifícios da Praça do Patriarca, a maratona vai oferecer shows, apresentações de dança e teatro, sessões de cinema e espaços com instalações, exposições e intervenções em 150 pontos da região central.

O evento, que teve um terço de sua verba cortado pela Prefeitura da cidade, trará a mesma quantidade de atrações que no ano passado, cerca de 800. Mesmo com os R$4,5 milhões destinados à Virada - contra R$6 mi em 2008 -, houve redução no número de palcos, com a tirada do espaço no Parque Dom Pedro e na Avenida Rio Branco, e na área de abrangência, que agora fica mais limitada à região do Jardim da Luz.

A organização do evento estima que 3,5 milhões de pessoas, divididas entre os diversos ritmos musicais e categorias artísticas, devem passar pelas ruas do centro durante as 24 horas. Para tanto, os esquemas de segurança e emergência contarão com o apoio de uma central com mapeamento de toda a área utilizada na Virada.

Como em 2008, o evento aposta no palco principal, firmado na Avenida São João, para artistas de grande público, como Marcelo Camelo, Cordel do Fogo Encantado e Novos Baianos. O ex-tecladista e organista do Deep Purple, Jon Lord, será o responsável por fazer as honras do local no sábado. Sua apresentação será em conjunto com a Orquestra Sinfônica Municipal, sob regência de Rodrigo Carvalho. A cantora Maria Rita foi escalada para fazer o show de encerramento.

Partindo para as novidades desta edição, um palco dedicado aos 20 anos da morte de Raul Seixas será montado na Estação da Luz, na Rua Cásper Líbero. Serão 19 bandas e músicos tocando álbuns da carreira do roqueiro, além de Vida e Obra de Johnny McCartney, de Leno, produzido por Raul. Não longe dali, no Teatro Municipal, na Praça Ramos de Azevedo, artistas da música brasileira, como Tom Zé, Chico César e Fafá de Belém, apresentam na íntegra um determinado disco de seus anos de trabalho. Exclusivamente para essa série de shows, será preciso retirar o ingresso no local, com uma hora de antecedência.

Vale lembrar que, durante a maratona - quando o metrô funciona ininterruptamente -, uma das estações-chave do miolo do evento, a República, da linha vermelha, próxima ao palco dedicado ao rock, estará fechada. O motivo será a passagem do equipamento (o chamado tatuzão) que escava o subsolo para a construção da linha amarela.

Confira abaixo a programação dos palcos principais da Virada. Para o restante das atrações, clique aqui.

Estação da Luz (Av. Cásper Líbero) - 20 Anos Sem Raul

18h - Raulzito e os Panteras (1968) - Os Panteras

19h30 - Vida e Obra de Johnny McCartney (1971) - Leno Azevedo e Envergadura Moral

20h45 - Os 24 Maiores Sucessos da Era do Rock (1973) - Gaspa e os Alquimistas

22h - Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10 (1971) - Edy Star

23h15 - Krig-Ha, Bandolo! (1973) - Nasi

00h30 - Gita (1974) - Cesar Di

01h45 - Novo Aeon (1975) - Caverna Guitar Band

03h - Há Dez Mil Anos Atrás (1976) - Macarrão e Banda Alternativa

04h15 - Raul Rock Seixas (1977) - Alex Valenzi e The Hideaway Cats

05h30 - O Dia Em que a Terra Parou (1977) - Angelo Tavares & Banda Krig-Ha

06h45 - Mata Virgem (1978) - Raiz Quadrada

08h - Por Quem os Sinos Dobram (1979) - Mou e Tábula Rasa

09h15 - Abre-te Sésamo (1980) - Velhas Virgens

10h30 - Raul Seixas (1983) - Darlan Moreira

11h45 - Metrô Linha 743 (1984) - Raul Seixas Band

13h - Let Me Sing My Rock and Roll (1985) - Agnaldo Araújo

14h15 - Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!!! (1987) - Rick Ferreira

15h30 - A Pedra do Gênesis (1988) - Viúva Negra

16h45 - A Panela do Diabo (1989) - Marcelo Nova e Os Panteras

18h - Jam Seixas

Av. São João

18h10 - Concerto Para Grupo e Orquestra (1969) - Jon Lord e Orquestra Sinfônica Municipal

21h00 - Geraldo Azevedo

00h - Marcelo Camelo

03h - Tim Maia Racional (1975) - Instituto, Bnegão, Thalma e Dafé

06h - Roots Reggae (1995) - Tribo de Jah

09h - Cordel Do Fogo Encantado

12h - Zeca Baleiro

15h - Novos Baianos

18h - Maria Rita

Praça da República

19h20 - Fruto Proibido (1975) - Tutti-Frutti

20h50 - O Som Nosso de Cada Dia

22h40 - Joelho de Porco

00h10 - Camisa de Vênus

02h10 - Velhas Virgens

04h - Los Goiales All Star

05h20 - MNQ

06h50 - Matanza

08h30 - Vanguart

10h10 - CPM 22

12h - Nação Zumbi

14h - Nasi

15h50 - Sitar Hendrix

17h20 - Ike Wills e a Central Scrutinizer Band

Teatro Municipal

18h - Clara Crocodilo (1980) - Arrigo Barnabé e Banda Sabor de Veneno

21h - Alma (1986) - Egberto Gismonti

0h - Grande Liquidação (1968) - Tom Zé

3h - Aos Vivos (1995) - Chico César

6h - Violeta de Outono (1986) - Violeta de Outono

9h - Cama de Gato (1986) - Arthur Maia

12h - Água (1977) - Fafá de Belém

15h - Francis Hime (1973) Francis Hime e OER - regente: Jamil Maluf

18h - Alma de Borracha (1986) - Beto Guedes