Virada Cultural 2014: chefs voltam à rua com mais organização

Evento reuniu diversos restaurantes e cervejarias artesanais em barracas no Minhocão

Gus Lanzetta Publicado em 18/05/2014, às 19h27 - Atualizado às 19h48

O cachorro-quente à francesa do Marcel

Ver Galeria
(4 imagens)

Na manhã deste domingo, 18, o evento Chefs Na Rua voltou ao Minhocão durante a Virada Cultural, mas chegou bem mais organizado que nos anos anteriores. Nas cerca de duas horas em que acompanhamos milhares pessoas chegando às barraquinhas montadas no elevado não vimos filas grandes demais, falta de comida e nem tumulto. Evoluções muito bem vindas para o evento, que em 2012 contou com arremesso de galinhada, filas de cinco mil pessoas e pratos que acabavam em meia hora. Além disso, neste ano ajudou na organização a presença de máquinas de cartão de crédito e débito na maioria das barracas.

Fora as badaladas criações culinárias de chefs e equipes de grandes restaurantes da capital paulista, essa edição também contou com barracas de cervejarias artesanais. O núcleo recebeu muita atenção debaixo do sol quente do meio-dia.

O onipresente cachorro-quente à francesa do Marcel estava lá para manter o ritual, mas pudemos experimentar também hambúrgueres da Vinil Burger, macarrão com queijo e sanduíches de carne desfiada do BOS BBQ. Para matar a sede fizemos uma visita à barraca de sucos gelados.

Infelizmente, as atividades do Chefs na Rua foram encerradas antes do previsto, já que o vento e a chuva de granizo no final da tarde espantaram o púbilco e levaram a lona de muitas das barracas pelos ares.