Vírus de computador pode ser responsável por reprodução de AC/DC em usina nuclear iraniana

“Thunderstruck” toca misteriosamente no volume máximo durante a noite

Rolling Stone EUA Publicado em 25/07/2012, às 16h40 - Atualizado às 17h00

AC/DC: banda relança Let There Be Rock
AP

Um vírus de computador pode estar fazendo com que o AC/DC seja tocado no volume máximo em uma usina nuclear no Irã, segundo informou o site Gawker. E-mails recebidos por Mikko Hypponen, um finlandês caçador de ameaças virtuais e chefe da firma de segurança F-Secure, indicam que o local está recebendo ataques que inclusive colocam “Thunderstruck” para tocar no meio da noite, fora do controle dos cientistas.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

“Estou te escrevendo para informar que nosso programa nuclear está mais uma vez comprometido e atacado por um novo vírus bem feito que fechou a rede em duas cidades”, diz um dos e-mails, e continua: “De acordo com um e-mail que nossos especialistas enviaram à equipe, é provável que tenham utilizado a ferramenta hacker Metasploit. Os invasores tinham acesso ao nosso VPN. A rede e hardwares foram atacados e encerrados. Sei muito pouco sobre estes ataques porque sou um cientista e não um expert em computação”.

“Eles também colocam algumas músicas para tocar aleatoriamente nos locais de trabalho durante a noite com o volume no máximo”, continua a mensagem. “Acredito que estava tocando ‘Thunderstruck’, do AC/DC.”

Hypponen afirma que verificou e de fato os e-mails foram recebidos da Organização de Energia Atômica do Irã.