VMB 2011 prioriza a música independente brasileira

Premiação acontece nesta quinta, 20, às 22h; veja os indicados

Redação Publicado em 20/10/2011, às 17h09 - Atualizado às 17h22

Marcelo Adnet
Foto: Divulgação/Kelly Fuzaro

O VMB 2011 acontece nesta quinta, 20, a partir das 22h, com apresentação do humorista Marcelo Adnet, que falou à Rolling Stone Brasil na edição de 5 anos da revista (clique aqui para ler um trecho). Com proposta diferente à dos anos anteriores, a MTV decidiu focar no gênero da música independente brasileira, tendo os seus maiores expoentes em Marcelo Jeneci e Criolo, que lideram o número de indicações neste ano.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"É uma surpresa [ser indicado]", disse à Rolling Stone Brasil o rapper Criolo, indicado em cinco das seis categorias da academia VMB, incluindo artista do ano. "Pra todo mundo é [importante], né. Como é para um professor que dedica sua vida aos seus alunos ou pra um artesão que faz com carinho suas peças."

Tal decisão levou a emissora a acabar com as categorias que recebiam nomes de gêneros e a criar um júri que nomeou de "academia VMB": 104 nomes da mídia especializada, apresentadores e artistas que escolherão os grandes vencedores do ano em sete categorias (melhor disco, música, capa, revelação, aposta, clipe e artista do ano). No entanto, o público continua a participar da votação em quatro categorias (webclipe, webhit, hit do ano e artista do ano).

Serão quatro palcos simultâneos durante a festa, sendo um deles o VMB B, exclusivo para a internet. Apresentado pelo humorista Bento Ribeiro, o VMB B será uma versão alternativa da festa principal, baseando-se no humor e na possibilidade de interação com o público da web. Os outros estúdios transmitirão a festa do VMB, a pista de dança e, é claro, o palco principal, onde ocorrerá a premiação.

Com sete shows que acontecerão em três estúdios, o VMB 2011 frisa ainda mais sua pluralidade com mais de 40 artistas convidados para se apresentar. Nomes como Caetano Veloso, Criolo, D2, Arnaldo Antunes, Marcelo Jeneci, Emicida, Marcelo Camelo, Mallu Magalhães e Tulipa Ruiz já tem presença garantida.

Para votar, acesse o site oficial do VMB. Assista abaixo aos indicados ao prêmio de "Clipe do Ano" e, em seguida, veja a lista completa dos que concorrem ao VMB 2011:

Criolo - "Subirusdoistiozin" (direção: Tom Stringhini e Alexandre Casagrande)

Emicida - "Então Toma" (direção: Fred Ouro Preto)

Garotas Suecas - "Banho de Bucha" (direção: Arthur Warren e Suza)

Jota Quest - "É Preciso (A Próxima Parada)" (direção: Conrado Almada)

Lurdez da Luz - "Andei" (direção: João Solda)

Mallu Magalhães - "Nem Fé Nem Santo" (direção: Fabrício Pires Bittar de Carvalho)

Mombojó - "Antimonotonia" (direção: Fernando Sanches)

Móveis Coloniais de Acaju - "O Tempo" (direção: Steve ePonto)

Pitty - "Só Agora" (direção: Ricardo Spencer)

Thiago Pethit - "Nightwalker" (direção: Vera Egito e Renata Chebel)

Melhor disco

Cavalera Conspiracy – Blunt Force Trauma

Criolo – Nó Na Orelha

Marcelo Camelo – Toque Dela

Marcelo Jeneci – Feito pra Acabar

NX Zero – Projeto Paralelo

Melhor música

Criolo – “Não Existe Amor em SP” (Criolo)

Marcelo Camelo – “Ôô” (Marcelo Camelo)

Marcelo Jeneci – “Feito pra Acabar” (Marcelo Jeneci / Paulo Neves / Zé Miguel Wisnik)

Marina Lima (part. Samuel Rosa) – “Pra Sempre” (Marina Lima / Samuel Rosa)

NX Zero (part. Emicida, Yo-Yo e Dj King) – “Só Rezo 0.2” (Di Ferrero / Gee Rocha / Emicida / Yo-Yo)

Melhor capa

Copacabana Club – Tropical Splash (arte: Rimon Guimarães)

CSS – La Liberación (arte: Lovefoxxx)

Garotas Suecas – Escaldante Banda (arte: Greg McKeighan)

Kassin – Sonhando Devagar (arte: Philippe Leon)

Tiê – A Coruja e o Coração (arte: Rita Wainer)

Revelação

Apanhador Só

Criolo

CW7

Marcelo Jeneci

Tulipa Ruiz

Aposta

Karol Conká

O Lendário Chucrobillyman

Rancore

Start

Tono

Clipe do ano

Criolo – “Subirusdoistiozin” (direção: Tom Stringhini e Alexandre Casagrande)

Emicida – “Então Toma” (direção: Fred Ouro Preto)

Garotas Suecas – “Banho de Bucha” (direção: Arthur Warren e Suza)

Jota Quest – “É Preciso” (A Próxima Parada) (direção: Conrado Almada)

Lurdez da Luz – “Andei” (direção: João Solda)

Mallu Magalhães – “Nem Fé Nem Santo” (direção: Fabrício Pires Bittar de Carvalho)

Mombojó – “Antimonotonia” (direção: Fernando Sanches)

Móveis Coloniais de Acaju – “O Tempo” (direção: Steve ePonto)

Pitty – “Só Agora” (direção: Ricardo Spencer)

Thiago Pethit – “Nightwalker” (direção: Vera Egito e Renata Chebel)

Artista do ano

Criolo

Emicida

Marcelo Camelo

Marcelo Jeneci

NX Zero

Webclipe

A Banda Mais Bonita da Cidade – “Oração”

Banda Uó – “Shake do Amor”

Ecos Falsos – “Spam Do Amor”

Móveis Coloniais de Acaju – “O Tempo”

Skank – “De Repente”

Webhit

Larica dos Muleke

Magali Carioca

Phoenix de Ribeirão

Sou Foda

Friday, Versão Inri Cristo

Hit do ano

CW7 – “Me Acorde pra Vida”

Emicida – “Rua Augusta”

Fake Number – “Primeira Lembrança”

Flora Matos – “Pretin”

Forfun – “Quem Vai, Vai”

Fresno – “Eu Sei”

Marcelo Jeneci – “Felicidade”

NX Zero – “Onde Estiver”

Rancore – “Jeito Livre”

Start – “Que Vença o Melhor”

Artista internacional

Adele

Arcade Fire

Beastie Boys

Beyoncé

Britney Spears

Foo Fighters

Kanye West

Katy Perry

Lady Gaga

Strokes